Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > IF Farroupilha fará parte de projeto piloto da RNP no segmento de segurança da informação
Início do conteúdo da página
×

Aviso

There was a problem rendering your image gallery. Please make sure that the folder you are using in the Simple Image Gallery Pro plugin tags exists and contains valid image files. The plugin could not locate the folder: media/k2/galleries/
Notícias de Tecnologia da Informação

IF Farroupilha fará parte de projeto piloto da RNP no segmento de segurança da informação

Publicado em Quinta, 28 de Maio de 2015, 00h19 | por Super User | Voltar à página anterior

O Instituto Federal Farroupilha foi selecionado como uma das três instituições do Brasil que irão participar de um projeto piloto da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) no segmento Segurança da Informação.

 

Atualmente de acordo com o Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasil (CERT.BR - http://www.cert.br/csirts/brasil/) existem apenas cinco instituições de ensino que participam do seleto grupo de CSIRT's (Computer Security Incident Response Teams), equipes responsáveis pelo tratamento de todos os tipos de incidentes que ocorrem nas instituições públicas e privadas, sendo um total geral de 12 equipes. Na região sul, apenas a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) tem seu time de respostas a incidentes.

 

O coordenador geral de tecnologia da informação do IF Farroupilha, Thiago Sonnenstrahl, explica que, com a participação neste projeto piloto, o Instituto se destaca como o primeiro Instituto Federal da região sul e o segundo no Brasil, juntamente com o IFMG, preocupado com o cenário da segurança da informação, com sua Política de Segurança da Informação já aprovada desde setembro de 2013.

 

"Ao longo deste projeto piloto, alguns dos principais benefícios que esse nos trará serão: investimento nos ativos de rede, trabalho colaborativo entre o CSIRT do IF Farroupilha e outros CSIRTs do mundo, trabalho em conjunto entre os técnicos/analistas em TI do Instituto e a conscientização para a importância da segurança da informação", destacou.

 

O gestor de segurança da informação do IF Farroupilha, Heleno Cabral, conta que esse projeto piloto já deveria ter iniciado em 2014, porém devido a readequações começará apenas agora em 2015. O servidor, designado para a função de gestor de segurança da Informação no ano passado, é quem irá coordenar as atividades do projeto.

 

"No último encontro dos CSIRT's realizado em conjunto ao Seminário de Capacitação e Inovação da RNP ? SCI, em outubro do ano passado em Minas Gerais, várias instituições de ensino demostraram interesse em ter um CSIRT em sua Instituição, mas ficou estipulado que, por tratar-se de um "piloto", seria delimitado o número de participantes (em torno de dois a quatro). O Instituto Federal Farroupilha cumpriu todos os requisitos e será um destes que a partir de agora compõe este seleto grupo de CSIRT's no Brasil", comemora.

 

Entre os dias 8 a 12 de junho, Yuri Alexandro, gerente de projetos da RNP, estará com sua equipe na reitoria do Instituto Federal Farroupilha para visitar e proporcionar o treinamento adequado para a iniciação deste projeto.

 

Sobre a RNP

 

A Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) provê a integração global e a colaboração apoiada em tecnologias de informação e comunicação para a geração do conhecimento e a excelência da educação e da pesquisa. Desde 2002, é uma Organização Social (OS) vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e mantida por esse em conjunto com os ministérios da Educação (MEC), Cultura (MinC) e Saúde (MS).

 

Pioneira em 1992 como rede nacional de acesso à internet no Brasil, a RNP tem como principal incumbência promover o desenvolvimento tecnológico e apoiar a pesquisa de tecnologias de informação e comunicação, criando serviços e projetos inovadores e qualificando profissionais. Para isso, fornece às instituições públicas de pesquisa e de ensinos superior e tecnológico infraestrutura de redes avançadas que viabiliza e facilita a pesquisa colaborativa em diversas áreas do conhecimento. Por meio de aplicações dessa rede, possibilita a realização de projetos e a implementação de políticas públicas nas áreas de tecnologia, educação, saúde e cultura.

 

ASCOM, com informações da CGTI e site RNP

Fim do conteúdo da página