Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > VISITA AO IRDER E DIA DE CAMPO MARCAM O ENCERRAMENTO DO ANO NO CURSO DE AGRICULTURA
Início do conteúdo da página
Notícias Santo Ângelo

VISITA AO IRDER E DIA DE CAMPO MARCAM O ENCERRAMENTO DO ANO NO CURSO DE AGRICULTURA

Publicado em Quinta, 22 de Dezembro de 2016, 15h52 | por Ascom Santo Ângelo | Voltar à página anterior

Duas atividades marcaram o encerramento do ano no Curso Técnico em Agricultura do Instituto Federal Farroupilha (IFFAR) Campus Santo Ângelo.  O Dia de Campo realizado na tarde do dia 11/11/2016 e a Visita ao Instituto Regional de Desenvolvimento Rural (IRDeR) em Augusto Pestana realizado no dia 25/11/2016.

O Dia de Campo foi realizado pelo IFFAR juntamente com seus parceiros, no qual ocorreram oficinas relacionadas ao Paisagismo, à Implantação de Pomar e ao Milho Crioulo e Plantas de Cobertura. A oficina de Paisagismo foi coordenada pela Eng. Agrônoma Márcia Dezen da EMATER. Os participantes tiveram a oportunidade de conhecer plantas e técnicas de jardinagem e ordenamento no espaço externo.

A oficina sobre Planejamento e Implantação de Pomar foi coordenada pelos Técnicos colaboradores dos Viveiros Weber, Ernani e Matheus. Os técnicos falaram da importância de adquirir mudas de qualidade, bem nutridas, livre de pragas e doenças. O Viveiros Weber é uma das poucas empresas produtores de mudas certificadas no estado do Rio Grande do Sul. O Eng. Agrônomo Álvaro Rodrigues da EMATER falou sobre as possibilidades de financiamento para fruticultura e da viabilidade econômica da atividade, tendo em vista que a região de Santo Ângelo pode explorar e muito esse ramo agrícola. A oficina encerrou-se com o plantio de mudas de bergamota, laranja e limoeiro.

A última oficina assistida pelo público foi a de Milho Crioulo e Plantas de Cobertura. Essa oficina foi dirigida pelos Técnicos Agrícolas Ivan Preuss e Valdair Jacques, servidores do IFFAR. Foi falado sobre a importância de proteger a riqueza genética das cultivares crioulas e de como fazer a multiplicação dessas sementes. Além disso, os técnicos falaram sobre as plantas de cobertura como forma de adubação verde.

Participaram do dia de campo em torno de 80 pessoas. O público constou principalmente de estudantes (alunos do Curso Técnico em Agricultura do IFFAR, alunos da Agronomia da URI e alunos do 9º ano da EMEF José Alcebíades de Oliveira), pais de alunos, professores da URI, servidores do IFFAR e comunidade em geral. O Dia de Campo foi realizado como atividade relacionada a Ações de Extensão coordenadas pelos servidores Medianeira Weyh, Luis Loose e Valdair Jacques, nos quais participaram os bolsistas Jaqueline Geist, Vanessa Palinski e Arthur Benetti, alunos do Curso Técnico em Agricultura. Os parceiros das atividades do Dia de Campo foram: Viveiros Weber, EMATER, Colégio Politécnico da UFSM e Agrícola Felden.

A Visita Técnica ao IRDeR em Augusto Pestana foi mais uma atividade realizada pelos alunos do Curso Técnico em Agricultura. A visita tinha como objetivos: conhecer o Instituto Regional de Desenvolvimento Rural, suas atividades, parcerias e ações de desenvolvimento; ver na prática atividades de Olericultura, Silvicultura e Manejo de Solo; levar o aluno a ter uma formação com olhar diferenciado para essas atividades agrícolas bem como preservação e manejo correto do solo.

O gerente do IRDeR, Eng. Agrônomo Cesar Sartori, recepcionou a turma e falou sobre o histórico do IRDeR, as atividades realizadas, as parcerias e o quadro de colaboradores. Os alunos visitaram a produção leiteira, as áreas de pastagens, a horta e o viveiro. O Viveiro de mudas do IRDeR é um dos maiores da América Latina, chegando a produzir mais de 2 milhões de mudas de espécies arbóreas nativas e exóticas em um ano. Atualmente o viveiro trabalha abaixo da capacidade, em função da demanda ser menor. Os alunos também conheceram o equipamento chamado “penetrômetro”, o qual é utilizado para determinar o grau de compactação do solo. Dessa forma, os objetivos da visita foram atingidos, pois os alunos puderam relacionar as práticas do IRDeR com as disciplinas vistas em sala de aula.

Por fim, podemos relatar que as duas atividades foram exitosas e extremamente importantes para a formação dos alunos do Curso Técnico em Agricultura e para a divulgação do conhecimento técnico-científico na região.

Prof. Luis Henrique Loose

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página