Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Turismo na Serra Gaúcha
Início do conteúdo da página
Notícias São Borja

Turismo na Serra Gaúcha

Publicado em Terça, 14 de Novembro de 2017, 10h45 | por Ascom São Borja | Voltar à página anterior

Nova Petrópolis, Gramado e Canela foram os destinos da viagem técnica do Curso de Tecnologia em Gestão de Turismo à Serra Gaúcha

Gramado

Imagem: pórtico da entrada de Gramado/Blog do curso de Gestão de Turismo

 

Os acadêmicos das turmas 2016 e 2017 do curso de Tecnologia em Gestão de Turismo realizaram viagem técnica a região da Serra Gaúcha, nos dia 21 e 22 de outubro, percorrendo pontos turísticos das cidades de Nova Petrópolis, Gramado e Canela.

O roteiro incluiu atrativos como o Labirinto Verde no centro da Praça das Flores em Nova Petrópolis, local que proporciona uma oportunidade de brincar, perder-se e encontrar-se em meio a natureza, um dos principais cartões postais da cidade.

Na cidade de Gramado, o roteiro iniciou com um passeio pelo centro da cidade, com visita a Igreja São Pedro, Palácio dos Festivais, Rua Coberta e o comércio.

Na sequência, foi a vez de visitar o Mini Mundo, um ambiente que contém réplicas de construções em miniatura, do Brasil e do Mundo, construídas em um lindo jardim ao ar livre.

O passeio seguinte foi na Mina, uma reprodução de um mundo subterrâneo com caminho através de um túnel de 80 metros de extensão, formado por pequenos lagos e cascatas. Durante o percurso, o visitante ouve uma narrativa sobre a história da mineração. Neste lugar são preservadas pedras preciosas e semipreciosas do Brasil, México, Índia, Estados Unidos e de outros Países.

No Mundo a Vapor, o grupo se encantou com os cenários que relatam o desenvolvimento das máquinas a vapor, através das réplicas elaboradas pela família Urbani. A fachada do local apresenta uma remontagem do trágico acidente ferroviário que ocorreu em 1895 na capital da França – Paris: uma locomotiva em alta velocidade e desgovernada, cruzou a estação de Monte Parnaso, estação de comboios. A locomotiva cruzou a parede, e ficou presa a uma altura de 12 metros, sem tocar o chão. Este local atrai público de diversas idades e sempre merece uma foto. Além disso proporciona um mini passeio de locomotiva.

locomotiva

Imagem: alunos em passeio na locomotiva/Blog do curso de Gestão de Turismo

A próxima parada foi o Lago Negro, ponto turístico no qual se visita uma lago com águas verde-escuras e que tem árvores plantadas a sua volta trazidas da região da Floresta Negra, na Alemanha. Ao redor deste lago, há uma pista de caminhada. No lago é possível realizar passeio de pedalinho para apreciar as hortênsias e as azaleias que colorem o parque o ano inteiro.

Ainda em Canela, foi a vez de conhecer o Parque do Caracol, com direito a passeio na torre panorâmica e vista para a cascata homônima do parque, com uma queda livre de 131 metros. A água percorre por uma formação basáltica, até despencar do topo. Acima da base há um espaço para admirar o mirante. No Parque há uma escada ecológica com 927 degraus que leva até a base da cascata, mas desta vez ninguém se aventurou nesta atividade alternativa.

A ocorrência de chuva não desanimou o grupo que rapidamente se adaptou e reordenou as visitas aos locais planejados, incluindo mais um atrativo: o Museu dos Baetles. Aliás, esta foi uma prática a mais que os alunos experimentaram, percebendo que no turismo é preciso flexibilidade para lidar com os contratempos.

Parque do Caracol

Imagem: alunos no Parque do Caracol/Blog do curso de Gestão de Turismo

A turma também aproveitou a oportunidade para desfrutar de um belo café colonial, uma das atrações daquela região.

A viagem técnica à Serrra Gaúcha foi proposta pelos professores do curso e desenvolvida como parte prática da disciplina de Agências de Viagens e Transportes, ministrada pela professora Vânia Antunes.

A professora e coordenadora do curso de Gestão em Turismo, Eliane Coelho, destaca que as viagens técnicas são oportunidades de aproximar os acadêmicos da realidade prática da atividade turística, permitindo a observação e análise de situações apresentadas de forma teórica em sala de aula. “A Serra Gaúcha foi mais uma experiência enriquecedora no desenvolvimento do curso”, afirmou.

 

Assessoria de Comunicação com colaboração do Blog do Curso de Gestão de Turismo

https://gestaodeturismoiffarroupilha.blogspot.com.br

Imagens: Curso de Tecnologia em Gestão de Turismo

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

registrado em:
Fim do conteúdo da página