Ir direto para menu de acessibilidade.

Tradução Portal

ptendeites

Opções de acessibilidade

Página inicial > Curso de Zootecnia visita planta modelo de abate ovino em Alegrete
Início do conteúdo da página
Notícias Alegrete

Curso de Zootecnia visita planta modelo de abate ovino em Alegrete

Publicado em Sexta, 10 de Mai de 2019, 11h48 | por Gabinete Alegrete | Voltar à página anterior

O Coordenador do Curso de Bacharelado em Zootecnia, Professor Emmanuel V. de Camargo, acompanhado dos formandos do curso, visitaram o Abatedouro Coxilha Vermelha, empresa local, que se consolidou nacionalmente como referência no abate de ovinos, comercializando seus produtos principalmente na região metropolitana do Rio Grande do Sul, no estado de Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Distrito Federal.

O Grupo foi recepcionado inicialmente pela Méd. Veterinária Claci Temp, Responsável Técnica do estabelecimento e pelo também Méd. Veterinário Gabriel Nunes Charão, servidor do Serviço de Inspeção Municipal (S.I.M.) do Município de Alegrete. No acolhimento do Grupo, de maneira bastante cordial, a Med. Vet. Claci procedeu as boas vindas pontuando que a planta realiza o abate de aproximadamente 200 ovinos por dia, necessitando rigoroso controle e permanente sintonia com o mercado consumidor para atender as demandas por produtos cárneos. Nesse sentido, o Méd. Vet. Gabriel complementou dizendo que o Coxilha Vermelha está ampliando sua planta fabril mediante a construção de uma seção para produtos cozidos, na qual será possível a produção de salsichas, patês, mortadelas e demais derivados da carne ovina.

Durante a visita a planta frigorífica, os estudantes puderam conhecer o variado portfólio de cortes e ouvir as palavras de incentivo à formação profissional proferidas pelo Proprietário do estabelecimento, o Sr Mario Germani.

Ao término da magnífica e enriquecedora oportunidade, o Coordenador do Curso de Zootecnia, Professor Emmanuel, agradeceu a todos e reiterou a preciosa contribuição dos estudantes em manter o fôlego da atividade ovina regional, haja vista a necessidade de incrementar os quantitativos de animais para justificar o funcionamento e ampliação desse tipo de Empresa.

registrado em:
Fim do conteúdo da página