Ir direto para menu de acessibilidade.

Tradução Portal

ptendeites

Opções de acessibilidade

Página inicial > Consup aprova manutenção do ensino remoto até nova discussão
Início do conteúdo da página
Notícias IF Farroupilha

Consup aprova manutenção do ensino remoto até nova discussão

Publicado em Segunda, 12 de Julho de 2021, 09h35 | por Assessoria de Comunicação | Voltar à página anterior

Com a decisão da reunião desta quarta-feira (7), pelo menos até 30/09 o IFFar mantém atividades remotas. A questão voltará a ser avaliada pelo Conselho Superior.

noticia-04.png


O Conselho Superior (Consup) do IFFar aprovou, em reunião extraordinária realizada nesta quarta-feira (7), a manutenção das atividades de ensino, pesquisa, extensão e administração em formato remoto até, pelo menos, 30 de setembro. A decisão foi tomada após discussão de cinco cenários apresentados pelo grupo de trabalho (GT) formado para estudar as possibilidades de retorno de atividades presenciais em 2021.

Ao final da reunião, quatro deles foram à votação – uma vez que o retorno total e simultâneo (cenário 5) foi descartado pelos conselheiros. Com 52% dos votos, decidiu-se pela manutenção das atividades em formato remoto (cenário 1), como já são realizadas hoje.

A decisão considerou particularidades do IFFar, como a atuação em três turnos e com estudantes de faixa etária não inclusa no processo vacinal (14 a 18 anos) e o número expressivo de estudantes e servidores residentes longe dos campi e que dependem de transporte coletivo. Também foi levada em conta a situação epidemiológica dos municípios e as análises orçamentárias para ampliação de contratos de limpeza, desinfecção e controle de acesso de pessoas nas unidades durante a pandemia.

O outro cenário mais votado foi o 3, com 48% dos votos. Esse último compreendia a oferta de 400 disciplinas presenciais - o que demandaria o envolvimento de 4.300 estudantes e 420 servidores, conforme levantamento realizado pelos campi.

Considerando a pequena diferença de votos (20 x 18), ainda na reunião, conselheiros questionaram sobre a possibilidade de reanálise da pauta, de forma a prever atividades presenciais graduais a partir de 30 de setembro, uma vez que essa data marcou todos os cenários de retorno apresentados.

Conforme lembrou a reitora do IFFar, Nídia Heringer, o regulamento do CONSUP prevê a solicitação de pauta que revisite temática anterior. Dessa forma, a partir de mudanças no contexto pandêmico ou na cobertura vacinal do estado, por exemplo, um dos conselheiros ou gestor pode levar ao Colégio de Dirigentes (Codir) os atuais cenários (ou mesmo incluir outros) e iniciar uma nova discussão interna. Depois disso, a pauta voltaria ao Consup, que é a instância que delibera sobre o funcionamento da instituição.

Cenários de retorno gradual das atividades

Os cinco cenários propostos pelo GT e que foram à votação pelo Consup apresentaram diferentes possibilidades para o retorno gradual das atividades presenciais. Foram eles:

  • Cenário 1: manutenção das atividades de ensino pesquisa, extensão e administração, exceto as essenciais, em formato remoto;
  • Cenário 2: desenvolvimento presencial de atividades práticas para turmas concluintes a partir de 30 de setembro e demais atividades em formato remoto;
  • Cenário 3: desenvolvimento presencial de todos os componentes curriculares que envolvem práticas conforme levantamento realizado pelas unidades a partir de 30 de setembro e demais atividades em formato remoto;
  • Cenário 4: retorno presencial para todas as turmas em formato de rodízio;
  • Cenário 5: retorno presencial para todas as turmas de forma simultânea.

Antes de chegarem ao Conselho, esses cenários foram discutidos pelo Comitê Assessor de Ensino (CAEN) e pela pró-reitoria de Administração, que os analisaram sob o ponto de vista pedagógico e orçamentário, respectivamente. A discussão envolveu também os campi. O trabalho resultou em três pareceres e na definição dos fluxos para solicitação de atividades práticas presenciais.

“Todas as discussões do GT partiram da premissa da segurança pela vida de toda a nossa comunidade acadêmica. Para além do desejo de voltar, precisamos garantir que isso seja feito de uma forma inclusiva e com toda a segurança necessária”, declarou o pró-reitor de Desenvolvimento Institucional e integrante do grupo de trabalho, Carlos Lehn.

Confira nas próximas matérias os principais aspectos abordados nos pareceres e que determinaram a decisão, no momento, pela manutenção do ensino remoto:

Retorno presencial de atividades deve garantir isonomia

Questões orçamentárias também definem manutenção do ensino remoto

 

Gráficos_decisão Consup.png 

Text (2).png

 

Acompanhe o Consup

As reuniões do Conselho Superior do IFFar (Consup) são transmitidas ao vivo e podem ser acompanhadas por toda a comunidade acadêmica. A gravação da reunião do dia 7 de julho está disponivel neste link. A próxima reunião ordinária está marcada para 10/09.

  

Secom

 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página