Ir direto para menu de acessibilidade.

Tradução Portal

ptendeites

Opções de acessibilidade

Página inicial > Projeto de Indicação Geográfica do IFFar é aprovado em edital de fomento
Início do conteúdo da página
Notícias IF Farroupilha

Projeto de Indicação Geográfica do IFFar é aprovado em edital de fomento

Publicado em Quarta, 24 de Mai de 2023, 16h30 | por Assessoria de Comunicação | Voltar à página anterior

O projeto de Indicação Geográfica (IG) do Käsekuchen de Panambi, coordenado por uma servidora do IFFar, foi aprovado em um edital de fomento. Os recursos vão auxiliar a conclusão do projeto, que está em sua fase final.

kasekuchenpanambi notícia240520233

O Käsekuchen, também conhecido como Bolo Quesco, é um prato típico do município de Panambi. Trata-se de um bolo artesanal recheado com queijo fresco e que tem seu sabor descrito como adocicado e levemente ácido.

O projeto de Indicação Geográfica do produto é coordenado pela servidora do IFFar - Campus Panambi Ana Paula Agertt. Através dessa ação, busca-se tornar o Käsekuchen um produto específico e exclusivo da região de Panambi.

A IG refere-se ao registro do nome geográfico de locais que tenham se tornado conhecidos como centro de produção de determinado produto. Há mais de 10 mil registros desse tipo no mundo, sendo que no Brasil existem apenas cerca de 100. Exemplos de produtos conhecidos que recebem a indicação geográfica são o Vinho do Porto e o espumante Champagne.

Para obter essa indicação, é necessário produzir documentos que comprovem que a qualidade, reputação ou outra característica de determinados produtos são essencialmente atribuídos à sua origem geográfica. Essa documentação é submetida ao Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), agência reguladora que concede ou não o selo de IG.

Desde 2020, o projeto coordenado por Ana Paula Agertt visa estruturar o pedido de Indicação Geográfica para o Käsekuchen de Panambi. O trabalho é desenvolvido através de um acordo de cooperação técnica entre o IFFar e a Associação Panambiense de Produtores de Käsekuchen (Aprokas).

A elaboração dos documentos necessários para a aprovação da IG do Käsekuchen de Panambi envolve uma série de atividades: pesquisa em laboratórios e campo, apoio às ações de divulgação, apoio ao fortalecimento do associativismo, apoio às boas práticas na produção, definição e padronização do produto.

De acordo com Ana Paula Agertt, “uma IG pode estimular todos os setores em uma determinada área geográfica, possibilitando desenvolvimento social, econômico e turístico, além de preservar a história e a cultura das pessoas”. Para os produtores, o projeto representa a possibilidade de alavancar o desenvolvimento da cadeia produtiva do bolo, preservar a receita original, a tradição e a cultura da gastronomia típica alemã da cidade, herança de imigração, cultivada de geração em geração.

Projeto vai receber recursos para auxiliar sua finalização

No dia 16 de maio desse ano, o projeto de Indicação Geográfica do Käsekuchen de Panambi foi aprovado no Edital nº 03/2022 do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes). O documento tinha como finalidade selecionar propostas de projetos destinados ao desenvolvimento de IGs a serem submetidos por instituições da Rede Federal.

kasekuchenpanambi notícia24052023

Foto: o Käsekuchen é um tipo de bolo recheado com queijo fresco típico do município de Panambi (crédito da imagem: Campus Panambi)

Os projetos poderiam ser inscritos em três eixos, de acordo com o nível de conclusão. O primeiro, previa apoio para elaboração de diagnósticos sobre o potencial de registro de IGs. O último, destinava-se a projetos que já tivessem sido aprovados ou que estivessem em análise pelo INPI.

O projeto coordenado pela servidora do Campus Panambi foi aprovado em sexto lugar no Eixo 2, que se destinava ao apoio para a estruturação de registro de IGs junto ao INPI. Ana Paula Agertt explica que a aprovação representa a reta final da construção dos principais documentos obrigatórios para o depósito de IG junto ao INPI. Os documentos a serem elaborados nessa fase final são o documento oficial de delimitação da área geográfica da IG e o dossiê de notoriedade do Käsekuchen.

De acordo com a coordenadora do projeto, a aprovação no edital também permite a continuidade do processo de organização da cadeia produtiva e o aprimoramento do Käsekuchen quanto à sua qualidade e distintividade, fatores que são essenciais a um produto de Indicação Geográfica.

O Edital nº 05/2022 do Ifes prevê o investimento de R$62.400,00 em projetos inscritos no Eixo 2. O valor é destinado ao pagamento de bolsas para a equipe executora. Além do coordenador, as bolsas são destinadas a um coordenador adjunto, um colaborador externo e dois estudantes. O prazo para a execução do projeto é de um ano.

O Edital é coordenado por técnicos do Ifes e do Instituto Federal de São Paulo (IFSP), e conta com apoio do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Embrapa) e do Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA).

Secom

registrado em:
Fim do conteúdo da página