Ir direto para menu de acessibilidade.

Tradução Portal

ptendeites

Opções de acessibilidade

Página inicial > Últimas Notícias > Especificidades dos IFs são abordadas em oficinas da Reditec
Início do conteúdo da página
Notícias IF Farroupilha

Especificidades dos IFs são abordadas em oficinas da Reditec

Publicado em Terça, 21 de Mai de 2019, 16h13 | por Assessoria de Comunicação | Voltar à página anterior

O trabalho docente na educação profissional, a lei de criação dos Institutos Federais e o ensino, a pesquisa e a extensão nos IFs foram os temas de três oficinas temáticas realizadas na tarde do dia 15 de maio na Reditec Sul 2019.

 

DSC 0875

Foto: o professor Eliezer Pacheco ministrou a oficina "IFs: o inédito viável e a originalidade da Lei nº 11.892/2008"

A palavra “desafio” foi ressaltada pela doutora em Educação Simone Valdete dos Santos, professora da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs), na oficina sobre a atuação dos professores nos Institutos Federais. A ministrante destacou que há uma exigência de constante formação e adaptação de metodologias pelos docentes dos IFs, pois eles trabalham com diferentes níveis e formas de cursos e em instituições com característica mais interdisciplinar em comparação com as universidades - instituições de origem dos docentes.

O título da atividade coordenada por Simone foi “A educação profissional como espaço de trabalho docente e a graduação na perspectiva dos IFs”. O pró-reitor de Ensino do Instituto Federal Farroupilha (IFFar), Édison Gonzague Brito da Silva, foi o articulador da oficina e o pró-reitor de Ensino do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC), Luiz Cabral, atuou como relator.

Conduzida pelo professor Luiz Caldas, do Instituto Federal Fluminense (IFF), a oficina “Ensino, Pesquisa e Extensão na perspectiva dos IFs: desafios para o ensino integrado, para a integração com a sociedade e para a produção de tecnologia” foi acompanhada por cerca de 40 dirigentes. Na palestra, o docente apresentou um histórico das instituições que compõem a Rede Federal e estabeleceu relações entre o desenvolvimento das regiões e a atuação dos institutos nesses territórios. De acordo com Caldas, a pesquisa e a extensão realizadas pelas instituições são responsáveis por transferir a tecnologia produzida nesses ambientes para a sociedade.

A oficina ministrada por Luiz Caldas teve como articulador o professor Álvaro Nebel, do Instituto Federal Sul-Rio-Grandense (IFSul), e como relator o professor Eduardo Butzen, do Instituto Federal Catarinense (IFC).

A terceira oficina foi ministrada pelo professor Eliezer Pacheco, um dos idealizadores dos IFs. A atividade teve como temática “Institutos Federais: o inédito viável e a originalidade da Lei nº 11.892/2008”. De acordo com o diretor-geral do Campus Jacaraezinho do Instituto Federal do Paraná (IFPR), Rodolfo Fiorucci, relator da atividade, a fala do professor Eliezer se constituiu numa apresentação sobre o cenário político, educacional e teórico que contextualizaram a criação dos Institutos Federais.

De acordo com o professor Eliezer Pacheco, os IFs são classificados como um "inédito viável" na perspectiva de que pela primeira vez na história do Brasil uma instituição pública foi criada para atender o setor da sociedade mais carente, ofertando educação gratuita e de qualidade socialmente referenciada.

Neste sentido, os IFs surgiram com a missão de ofertar educação que emancipe as classes menos abastadas e que deem a elas condições técnicas-profissionais, científicas e intelectuais para se colocarem no mundo do trabalho de forma ativa e propositiva, cientes do papel de cidadania que devem e podem exercer.

Na tarde do dia 15, também foram realizadas as Reuniões dos Reitores e dos Comunicadores da Região Sul, além dos Fóruns Conif da Região Sul de Dirigentes de Ensino – FDE, de Desenvolvimento Institucional – FDI, de Educação do Campo – Forcampo, de Gestão de Pessoas – Forgep, de Assessores de Relações Internacionais – Forinter, de Planejamento – Forplan, de Pró-Reitores de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação –Forpog, de Pró-Reitores de Extensão – Forproext e de Tecnologia da Informação – Forti.

registrado em:
Fim do conteúdo da página

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha
Alameda Santiago do Chile, 195 - Nossa Sra. das Dores - CEP 97050-685 - Santa Maria - Rio Grande do Sul. Telefone: (55) 3218-9800