Ir direto para menu de acessibilidade.

Tradução Portal

ptendeites

Opções de acessibilidade

Página inicial > Últimas Notícias > IFFar debate o cuidado na pandemia durante a Semana da Saúde
Início do conteúdo da página
Notícias IF Farroupilha

IFFar debate o cuidado na pandemia durante a Semana da Saúde

Publicado em Segunda, 12 de Abril de 2021, 12h16 | por Assessoria de Comunicação | Voltar à página anterior

De 07 a 09 de abril, o IFFar promoveu uma programação especial durante a Semana da Saúde. O evento teve como tema o cuidado em tempos de pandemia e foi transmitido pelo canal da WebTV do IFFar no YouTube.

170852615 482890916083795 3905745198437929879 n

Primeiro dia de evento: estresse em tempos de pandemia em pauta 

No dia 07 de abril, às 19h, a Reitora do IFFar, Nídia Heringer, participou da abertura do evento. A Reitora salientou a importância da saúde mental diante dos desafios da retomada do ano letivo e das necessárias adaptações após um ano de pandemia.  “Acreditamos que possamos nos reencontrar, conhecer novos integrantes da comunidade do IFFar e seguirmos juntos por meio de conexões diversas, preservando vidas e colaborando com a saúde de todos”, afirmou Nídia. A Reitora mencionou ainda a importância do esforço coletivo e individual para que possamos seguir em frente nessa caminhada virtual até que, com segurança e com vacina, seja possível retomar as atividades presenciais.

Em seguida, houve uma atração cultural com a cantora Daiane Diniz e uma homenagem à cantora Deborah Rosa. A palestra do primeiro dia abordou o tema "O gerenciamento do estresse em tempos de pandemia". A convidada foi a psicóloga do Instituto Federal de Goiás (IFG), Rose Helen Shimabuku. A mediação foi feita pela servidora Lisiane Dias do Campus Alegrete. A palestrante ressaltou que o estresse vem sendo discutido há muito tempo, mas que, agora, durante a pandemia, ganhou um destaque ainda maior na vida das pessoas. Rose Helen destacou os elementos característicos do mundo em que estamos vivendo: fragilidade, ansiedade, não-linearidade e incompreensão. Os efeitos da realidade atual são sentidos no imediatismo, no excesso de conectividade e na ansiedade. A palestrante colocou que o estresse se reflete no corpo, na mente, no comportamento e nas emoções. Para ela, a saúde emocional vai muito além da ausência de problemas, como depressão. “É o bem-estar psicológico em geral, incluindo a forma como nos sentimentos em relação a nós mesmos, a qualidade de nossas relações e a capacidade de identificar os sentimentos e de enfrentar as dificuldades”. Rose explicou algumas técnicas de inteligência emocional para lidar com o estresse em tempos de pandemia, como manter uma rotina, desenvolver o autocontrole, identificar os sentimentos, buscar atividades que tragam bem-estar, conversar, etc.

Assista à programação do primeiro dia aqui.

Segundo dia de evento: discussão sobre comunicação não-violenta e saúde mental do servidor 

No dia 08 de abril, às 19h, a atração cultural ficou por conta dos cantores Aline Freire e Patrick Cortez. A mediação foi feita pela servidora do Campus Panambi, Caroline Sissy Tronco. Neste dia, houve duas palestras. A primeira contou com a presença de Monique Melo, pedagoga e facilitadora em Comunicação Não-Violenta, e Ariane Osshiro, administradora e consultora na área de resolução de conflitos. As convidadas falaram sobre o tema "Sentimentos e necessidades: como acolher em meio à pandemia? Uma perspectiva da Comunicação Não-Violenta". As palestrantes abordaram a importância da escuta empática e da capacidade de escutar a si mesmo. De acordo com a Comunicação Não-Violenta, os sentimentos são mensageiros fiéis das necessidades. Os quatro elementos que perpassam essa abordagem são observação, sentimentos, necessidades e pedidos.

Na segunda palestra, o psicólogo escolar e Doutor em Psicologia Social e Institucional pela UFRGS, Bruno Eduardo Procopiuk Walter, abordou o tema "O cuidado com a saúde mental do servidor e o trabalho remoto em tempos de pandemia".  Bruno colocou que falar sobre saúde mental e qualidade de vida é ter sensibilidade para nossa condição humana. Para Bruno, “a saúde mental é algo que deve ser promovido ativamente, envolvendo a participação de toda a comunidade escolar. Trata-se de criar condições para que a saúde mental seja favorecida”.

Assista à programação do segundo dia aqui.

Terceiro dia de evento: luto e ansiedade em foco

No dia 09 de abril, às 19h, a atração cultural foi feita pela cantora Daiane Diniz e Rodrigo Cunha. A primeira palestra, com o tema "O luto em tempos de pandemia: o amor vai nos curar, por maior que seja a dor", contou com a presença de Paulo Afonso Caetano, bacharel em Direito e graduando em Psicologia. A mediação foi feita pela servidora do Campus Panambi, Solange Koehler. Paulo afirmou que o ciclo da vida humana é feito de perdas e ganhos. “Nós vamos superando esses ciclos ao longo do nosso processo de desenvolvimento para dar lugar a novas etapas”, destacou o palestrante. Paulo falou que todos nós precisamos de ajuda, pois estamos aprendendo a viver nesse mundo novo para o qual não fomos previamente preparados. “Nesse sentido, é fundamental sermos suporte para o outro”, enfatizou.

A segunda palestra do dia foi sobre "Ansiedade: algumas possibilidades de cuidado sob um olhar integral". As convidadas foram Camila Paula de Siqueira Maués, médica de Família e Comunidade, e Camilla Corso, psicóloga e Mestre em Emoções (Instituto Universitário de Lisboa). Camilla Corso colocou que o prolongamento da mobilização frente ao estresse é adoecedor. “Determinadas ativações corporais deveriam ser pontuais e relacionadas com a sobrevivência, mas nós já estamos em sobrevivência faz algum tempo”. Para Camilla, é necessário avaliarmos os recursos de que dispomos no contexto em que estamos vivendo. “Não podemos mais ter as mesmas fontes de prazer e bem-estar de antes da pandemia, mas precisamos avaliar que outras formas dispomos no contexto atual, como ver um filme, preparar uma comida, entrar em contato com as pessoas por meio da tecnologia”. Camila Maués mencionou a importância de alguns hábitos para o controle da ansiedade, como o cuidado com a alimentação, a prática de exercícios físicos, a higiene do sono. “No entanto, não existe uma fórmula pronta, uma receita de bolo. Sendo assim, é fundamental o autoconhecimento: compreender o meu funcionamento, aquilo que me gera algum gatilho de ansiedade e tentar entender os meus limites”, pontuou Camila.

Assista à programação do terceiro dia aqui.

Saiba mais sobre a Semana da Saúde

Noticia semana da saude iffar 639x338 equal

A Semana da Saúde foi organizada pelo Núcleo de Saúde e Segurança do Trabalho (NSST) da Reitoria e pelo Comitê de Saúde Mental e Qualidade de Vida do IFFar, em alusão ao Dia Mundial da Saúde, celebrado no dia 07 de abril. O evento também integra a programação da Acolhida do Ano Letivo 2021 no IFFar. 

Servidores e estudantes do IFFar que participaram do evento receberão certificação de 20h. Dúvidas sobre o evento devem ser encaminhadas para o e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

registrado em:
Fim do conteúdo da página

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha
Alameda Santiago do Chile, 195 - Nossa Sra. das Dores - CEP 97050-685 - Santa Maria - Rio Grande do Sul. Telefone: (55) 3218-9800