Ir direto para menu de acessibilidade.

Tradução Portal

ptendeites

Opções de acessibilidade

Página inicial > Defesa Pública de Dissertação de Mestrado - Fabiane do Amaral Pacheco - 12/12/19
Início do conteúdo da página
Notícias

Defesa Pública de Dissertação de Mestrado - Fabiane do Amaral Pacheco - 12/12/19

Publicado em Terça, 03 de Dezembro de 2019, 14h50 | por Ricardo Rodrigues | Voltar à página anterior

Título da Dissertação: SAÚDE MENTAL E O CONTEXTO ESCOLAR: PERCEPÇÕES DE UM ESTUDO DE CASO NA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL

Produto Educacional: SITE “SAÚDE MENTAL NO ENSINO INTEGRADO”

Orientador: Dr.ª Sandra Elisabet Bazana Nonenmacher

Banca: Drª. Marcele Teixeira Homrich Ravasio, Dr. Adão Caron Cambraia e Drª. Marta Estela Borgmann

Resumo: Este trabalho, desenvolvido no Programa de Mestrado Profissional em Educação Profissional e Tecnológica (ProfEPT), do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha, Campus Jaguari, resulta da pesquisa qualitativa que teve como objetivo investigar os possíveis fatores de sofrimento/adoecimento mental relacionados ao contexto escolar de estudantes do terceiro ano do Ensino Médio Integrado (EMI) da Educação Profissional e Tecnológica (EPT). Participaram deste estudo de caso, estudantes dos cursos Técnico em Administração, Técnico em Agropecuária e Técnico em Manutenção e Suporte em Informática, do Campus São Vicente do Sul. O instrumento utilizado para a coleta dos dados foi o questionário, aplicado no primeiro semestre do ano letivo de 2019. Para a análise dos dados, a metodologia utilizada foi a Análise de Conteúdo, que resultou em duas categorias: “O contexto escolar nos processos de adoecimento” e “Os processos interativos no enfrentamento do sofrimento/adoecimento estudantil”. A primeira categoria permitiu inferir, na percepção dos estudantes, a relação entre contexto escolar e sofrimento/adoecimento, assim como identificar possíveis fatores causadores de prejuízos ao seu bem-estar físico e/ou emocional, a saber: dificuldades de adaptação à instituição, dificuldades de relacionamento, bullying e pressão por bom desempenho escolar. A dificuldade de adaptação à Instituição, neste estudo, motivada pela distância da família e excessiva carga horária e de trabalhos, aponta a relação de características e atividades dos cursos técnicos integrados da EPT com situações de sofrimento ou adoecimento dos estudantes, no entanto, não é possível afirmar que os possíveis fatores são exclusivamente escolares, mas interdependentes e interligados a fatores de outras naturezas. A segunda categoria identificou a importância dos processos de interação dos estudantes com colegas, professores e servidores como formas de enfrentamento das dificuldades relacionadas ao contexto escolar. Por outro lado, a pesquisa identificou que esses espaços de interação são insuficientes na instituição, especialmente os espaços de escuta, assim como as discussões e reflexões em relação à saúde mental dos estudantes. Por isso, foi desenvolvido o produto educacional “Saúde Mental no Ensino Integrado”. Em formato de site, o produto apresentou os resultados da pesquisa e propôs questões problematizadoras aos servidores objetivando contribuir no sentido de estimular reflexões sobre o tema e sobre a atuação dos servidores e da Instituição frente a ele. As contribuições significativas dos servidores validaram a inferência da relação entre o contexto escolar e possíveis prejuízos à sua saúde mental dos estudantes, assim como possíveis causas e ainda apontaram outros aspectos da temática. Desta forma, acreditamos na ampliação dos espaços de interação, reflexão e na escuta dos estudantes como formas de enfrentamento aos problemas relacionados à saúde mental dos estudantes.

Palavras-chave: Saúde mental; Contexto escolar; Educação Profissional e Tecnológica; Interação e Escuta.

Data da defesa: 12 de dezembro de 2019


Horário: 14h


Local: Sala de Reuniões da Direção Geral, IFFar - Campus Panambi
 
Produto Educacional:
 
registrado em:
Assunto(s):
Fim do conteúdo da página