Ir direto para menu de acessibilidade.

Tradução Portal

ptendeites

Opções de acessibilidade

Página inicial > Últimas Notícias > Aulas do mestrado profissional em EPT tiveram início na semana passada
Início do conteúdo da página
Notícias IF Farroupilha

Aulas do mestrado profissional em EPT tiveram início na semana passada

Publicado em Segunda, 28 de Agosto de 2017, 16h27 | por Assessoria de Comunicação | Voltar à página anterior

Na última quarta-feira (23), foi realizada a aula magna do mestrado profissional em Educação Profissional e Tecnológica (ProfEPT), ofertado pelo Instituto Federal Farroupilha no Campus Jaguari.

À tarde, a professora Giselle Fonseca, do IFRJ, falou sobre "Produtos da pesquisa em ensino: cenário atual, desafios e perspectivas". À noite, foi a vez da reitora do IFFar, Carla Jardim (foto), tratar de "Educação profissional e tecnológica: desafios e perspectivas", após a abertura oficial do curso.

DSC_0986.JPG

 

O IFFar é uma das 18 instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica a ofertar o curso. Mais de 700 candidatos participaram do exame nacional de acesso às 24 vagas ofertadas em Jaguari, o qual foi composto por questões objetivas e discursivas.

A primeira turma é marcada pela diversidade: entre os selecionados, estão servidores do IFFar, de outros IFs e universidades, professores da rede estadual e municipal, militares e profissionais autônomos oriundos de diferentes localidades.

A aluna Naires, professora de matemática e moradora de Santiago (RS), cidade que fica a mais ou menos 50 km de Jaguari, destacou a proximidade como uma das principais motivações para cursar o mestrado.

“Eu tentei algumas vezes fazer um mestrado em outras instituições e, pra mim, trabalhar e estudar é complicado. O mestrado aqui foi uma oportunidade mais perto e área de concentração vai diretamente ao encontro da minha profissão. A motivação, assim, foi instantânea”.

Além disso, a forma de seleção e a designação profissional do curso (em oposição à ênfase acadêmica da maior parte dos mestrados ofertados no país), para ela, também são pontos fortes. 

“O mais enriquecedor é saber que o conhecimento aqui será aplicado no nosso dia a dia”, complementou.

Ione, advogada e professora universitária, também de Santiago, é de opinião semelhante. Se não fosse a oferta semipresencial e a proximidade geográfica, seria bastante difícil conciliar trabalho e estudos.

“Não teria possibilidade de me afastar para fazer um mestrado distante e em tempo integral, pela minha carga horaria”.

As estudantes destacaram o interesse de colegas e conhecidos em futuras turmas do curso.

“Se a oferta do mestrado continuar, será excelente para a região”, comentou Ione.

Mariluce, Procuradora Federal da União que atua no IFFar (reitoria), destacou a oportunidade de se aprofundar no estudo da educação profissional e tecnológica como principal motivo em participar da seleção para o mestrado.

“Por estar atuando em uma instituição de educação profissional e tecnológica, achei que um mergulho na EPT poderia qualificar o meu trabalho, pois me ajudaria a entender uma série de circunstâncias relacionadas à análise dos processos judiciais do IF na procuradoria”.

Além disso, também destacou o enfoque na teoria aliada à prática proporcionada pelo mestrado profissional.

Esse é o primeiro mestrado em rede dos IFs.

 

Sobre o Mestrado profissional em rede nacional

O mestrado profissional em Educação Profissional e Tecnológica em rede nacional, vinculado ao programa de pós-graduação em Educação Profissional e Tecnológica (ProfEPT), insere-se na área de Ensino e é reconhecido pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES do Ministério da Educação.

O curso tem como objetivo proporcionar formação em educação profissional e tecnológica, visando tanto à produção de conhecimento como ao desenvolvimento de produtos por meio da realização de pesquisas que integrem os saberes inerentes ao mundo do trabalho e ao conhecimento sistematizado.

O ProfEPT é ofertado na modalidade semipresencial: as disciplinas obrigatórias são ofertadas na modalidade presencial, com carga horária de até 30% a distância, e as demais atividades do curso podem ser ofertadas tanto presencialmente como a distância.

A primeira seleção curso ofertou 401 vagas em 18 institutos, sendo metade reservada a servidores e a outra metade aberta à comunidade em geral. O IF Farroupilha ofertou 24 vagas. As aulas são realizadas no Campus Jaguari. 

Tem dúvida sobre a diferença entre um mestrado acadêmico e um profissional? A Capes explica em detalhes

registrado em:
Assunto(s):
Fim do conteúdo da página

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha
Alameda Santiago do Chile, 195 - Nossa Sra. das Dores - CEP 97050-685 - Santa Maria - Rio Grande do Sul. Telefone: (55) 3218-9800