Ir direto para menu de acessibilidade.

Tradução Portal

ptendeites

Opções de acessibilidade

Início do conteúdo da página

IFFar

As migrações internacionais para o Brasil apresentam contornos muito diferenciados em relação ao século passado, com migrantes vindo predominantemente de países latino-americanos.

O Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas - NEABI do Instituto Federal Farroupilha Campus Santo Ângelo produziu um material audiovisual para dar visibilidade a estas pessoas que estão circulando pela nossa cidade, a fim de promover a cultura do acolhimento e da inclusão social. Para além das contribuições ao setor econômico, com a mão-de-obra, especialmente na indústria, busca-se dar visibilidade também às possibilidades de contribuição com sua cultura e seu conhecimento acadêmico.

A proposta do NEABI é discutir questões ligadas ao preconceito contra população negra e indígena, objetivando promover a cultura do respeito e do acolhimento nos espaços institucionais e, em consequência, em todo o entorno social.  Estamos na Semana Nacional do Imigrante e nós, como membros do NEABI, propomos a reflexão sobre essa temática, no momento em que passamos por esta pandemia e que toda a humanidade está sendo afetada, mas alguns estão sendo ainda mais afetados.

O RS se insere definitivamente na agenda global das migrações internacionais por isso, é preciso nos voltarmos a essas pessoas. Olhar para os novos rostos que circulam pelas nossas ruas, universidades, praças, espaços laborais nos possibilitará  construir uma humanidade mais acolhedora e amorosa para todos comungando a crença de um mundo mais justo, humano e fraterno que é bonito porque é diverso e plural.

miniatura

Texto: Maria Aparecida Lucca Paranhos
Músicas: Respeite a Minha Pele – Marvyn, Linda e Preta – Nara Couto, O Meu País É a Terra: Dia Mundial do Refugiado – Rede Globo.
Edição: Naiara Stanguerlin Chemin e Gabriel Correa.

Leia mais...

  • 26/06/20
  • 00h13

Na manhã de quinta-feira (18), aconteceu no auditório do IFFar Campus Santa Rosa a palestra “Cultura Kaingang”, com a presença do Cacique Milton, da reserva indígena do Inhacorá, localizada em São Valério do Sul.  
O Cacique conversou com alunos dos cursos técnicos Integrados e superiores  sobre os costumes e as tradições indígenas, fez um paralelo entre o passado e o presente desta comunidade e ressaltou a importância do respeito e da educação como forma de preservação da cultura do seu povo. Os participantes doaram alimentos não perecíveis, agasalhos e material escolar à aldeia.
A atividade faz referência ao dia do índio, comemorado no dia 19 de abril e foi organizada por meio do Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas (NEABI) e do Diretório Acadêmico da Licenciatura em Ciências Biológicas (DALBIO).

Fotos: Gabriel Brutti

Publicado em Notícias Santa Rosa

Leia mais...

  • 22/04/19
  • 16h59

Na terça-feira, 02/04, integrantes dos três Núcleos vinculados à Coordenação de Ações Inclusivas do IFFar – Campus Panambi promoveram um atividade de sensibilização com discentes de algumas turmas de cursos superiores.  

A atividade ocorreu no formato de oficinas, orientadas pelos temas educação, diversidade e inclusão, trabalhadas a partir da perspectiva de cada Núcleo (Núcleo de Apoio a Pessoas com Necessidades Educacionais Especiais – NAPNE; Núcleo de Gênero e Diversidade Sexual – NUGEDIS; e Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas – NEABI).

A formação objetivou sensibilizar e propor reflexões sobre o papel de todos no fazer educativo diário, com vistas a trilhar o caminho do reconhecimento da alteridade.

Publicado em Notícias Panambi

Leia mais...

  • 03/04/19
  • 21h19

No sábado (16), mais de 150 pessoas participaram da 1ª edição do CineViver em 2019, sob responsabilidade do Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas. O filme selecionado para a sessão foi o longa-metragem brasileiro “Quanto vale ou é por quilo”, do diretor Sérgio Bianchi (2005).

A obra trouxe à tona discussões sobre discriminação racial, as contradições de um país em permanente crise de valores, a exploração humana como fonte de riqueza, a conduta desviante do trabalho de muitas ONGs, a pobreza e a miséria como mercadorias, entre outros assuntos. Esses e outros temas foram problematizados pelos alunos que, certamente, saíram sensibilizados por muitas questões suscitadas pelo filme.

“Quanto vale ou é por quilo” é baseado no conto “Pai contra mãe”, do escritor Machado de Assis. Para ler o conto, clique aqui.

Ao final da sessão, integrantes do NEABI propuseram uma atividade alusiva ao Dia Internacional contra a Discriminação Racial (21 de março), que deverá contar com a participação de toda comunidade interna do IFFar. No Campus há três caixas coletoras de relatos de situações de “preconceito ou discriminação”, vivenciadas dentro ou fora da escola. As contribuições podem ser anônimas e servirão como sugestões para as próximas ações do Núcleo.

Publicado em Notícias Panambi

Leia mais...

  • 18/03/19
  • 17h15

Durante o mês de novembro, a comunidade escolar do Instituto Federal Farroupilha – Campus São Vicente do Sul pode conferir diversas atividades relacionadas à Consciência Negra, buscando celebrar a história e a cultura afro-brasileira, assim como refletir sobre problemáticas e lutas da população negra.

No dia 12 de novembro, abordando as influências da cultura negra e suas inter-relações com a cultura gaúcha, houve performance dos estudantes Mateus Stecca, Tayline Manghanelli, Ana Victoria Domingues, Luana Soares, Lauren Valau, Daísia Dutra, Nathalia Saraiva e Mariane Lopes.

Já no dia 14, aconteceu a palestra A presença de comunidades Quilombolas no Rio Grande do Sul e Brasil, ministrada por Igor Sousa, doutorando da UFRGS. Mais do que trazer aspectos de quilombos em contextos rurais e urbanos, Igor procurou apontar como a cor da pele tem relevância quando pensamos nas diferenças de classe, nos estereótipos criados através das representações midiáticas e no acesso a oportunidades, por exemplo. Na ocasião, o aluno Josué dos Santos Amaral, da turma 2º MSI A, realizou leitura de um conto autoral, chamado O grande Ato.

No dia 20 de novembro, oficialmente o Dia Nacional da Consciência Negra, houve apresentação de slam, com os estudantes Diuly Cardoso e Kassio Vieira, do Colégio Técnico Industrial de Santa Maria – CTISM; e roda de capoeira, com o grupo Camboatá. Também neste dia, o Setor de Alimentação e Nutrição do IFFar-SVS serviu cardápio relativo ao tema, além de expor material sobre a História da Culinária Afro Brasileira, no refeitório.  

De 5 a 23 de novembro, houve exposição temporária de trabalhos artísticos realizados por integrantes do NEABI, por participantes do projeto de extensão Oficina de Criação Artística (O.C.A), além de estudantes do 1º ano do curso técnico em agropecuária, turma B. 

A programação de todo evento foi articulada por esses estudantes, sob orientação das professoras Claudia Alves dos Santos, Letícia Jobim e Tainá Valenzuela.

Leia mais...

  • 26/11/18
  • 16h40

No dia 21/11/18 o NEABI – Campus Jaguari promoveu uma oficina de capoeira com o Grupo “Cordão de Ouro”, como parte da programação da Semana da Consciência Negra.

Publicado em Notícias Jaguari

Leia mais...

  • 23/11/18
  • 09h32

Na quarta, 21/11, os representantes dos três Núcleos vinculados à Coordenação de Ações Inclusivas do IFFar – Campus Panambi promoveram um atividade de formação para todos os servidores da instituição.

A atividade ocorreu no formato de oficinas, orientadas pelos temas educação, diversidade e inclusão, trabalhadas a partir da perspectiva de cada Núcleo (Núcleo de Apoio a Pessoas com Necessidades Educacionais Especiais – NAPNE; Núcleo de Gênero e Diversidade Sexual – NUGEDIS; e Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas – NEABI).

A formação objetivou sensibilizar e propor reflexões sobre o papel de todos no fazer educativo diário, com vistas a trilhar o caminho do reconhecimento da alteridade. O encontro foi a quarta atividade formativa do ano, organizada pelos Núcleos vinculados à Coordenação de Ações Inclusivas (CAI).

Publicado em Notícias Panambi

Leia mais...

  • 22/11/18
  • 15h46

Refletir sobre os processos históricos da contribuição de indígenas e negros para a conformação social e cultural do Brasil foi o tema da atividade de formação realizada para servidores do IFFar – Campus Panambi, na quarta-feira (23/10).

A atividade contou com a presença do professor Josei Fernandes Pereira (Unijuí), que abordou a invisibilidade sobre duas das três grandes matrizes de formação da sociedade brasileira (negra e indígena), trazendo dados sobre a segregação, exclusão e apagamento dessas matrizes na cultura gaúcha. No que diz respeito à contribuição indígena, o professor aponta que “sua presença é viva e latente, pois dois traços marcantes de nossa cultura são de origem indígena: o chimarrão e o churrasco campeiro”. No entanto, há uma dificuldade em assumirmos as contribuições desse grupo étnico.

A formação também contou com a colaboração do professor Leandro Jorge Daronco, do IFFar – Campus Santo Ângelo. O professor refletiu sobre o imaginário quanto ao processo formativo histórico da região noroeste e sua implicação para o que ele nomina de “mito da excelência étnica no Rio Grande do Sul”, que privilegia a contribuição de algumas matrizes culturais e promove a invisibilidade e a negação do aporte de atores sociais negros (ou, de uma maneira mais ampliada, negros e indígenas), que atualmente habitam as periferias sociais.

A atividade foi promovida por integrantes do Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas (NEABI), que possui como objetivo fomentar o debate e estudos sobre as identidades e relações étnico-raciais, especialmente quanto às populações afrodescendentes e indígenas, no âmbito da instituição e em suas relações com a comunidade.

 

Publicado em Notícias Panambi

Leia mais...

  • 24/10/18
  • 20h28

A exposição Êxodos, do fotógrafo mineiro Sebastião Salgado, é fruto de viagens realizadas durante o período de seis anos por mais de 40 países, na década de 1990. Como resultado de seus deslocamentos, Sebastião Salgado capturou as questões políticas, sociais e econômicas ao retratar a história de pessoas que foram obrigadas a deixar a terra natal contra a própria vontade, tornando-se migrantes, refugiadas ou exiladas, fugindo da pobreza, de vários tipos de repressão ou guerras.

O Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e indígenas (NEABI), em parceria com o Museu Antropológico Diretor Pestana, da Unijuí, traz a exposição no intuito de propor uma reflexão sobre diferentes condições de vida de seres humanos comuns ao cotidiano do mundo atual – marcado por crises humanitárias, políticas, religiosas e sociais. 

A exposição está organizada em seis séries, que abordam as seguintes temáticas: Refugiados e Migrados, África, Luta pela terra, Megacidades e Retratos de crianças.

Êxodos, exposição de Sebastião Salgado

Quando: até 20 de novembro

Onde: Hall de entrada do IFFar – Campus Panambi

Visitação: segunda a sexta, das 7h30min às 22h30min

Gratuito

Info: (55) 3376 8842

Publicado em Notícias Panambi

Leia mais...

  • 23/10/18
  • 17h09

                Até dia 27 de abril o IFFar – Campus Panambi sedia a exposição itinerante “Pluralidade: comunidades indígenas no noroeste do Rio Grande do Sul”, cujo acervo pertence ao Museu Diretor Pestana, da Unijuí. As imagens que compõem a mostra buscam reconhecer a contribuição das comunidades indígenas no processo de formação social, econômica e cultural do noroeste do estado.

                A exposição serve de subsídio didático-pedagógico para docentes de diversas áreas do conhecimento, estando disponíveis para visitação da comunidade e/ou de escolas. O Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas (NEABI) é responsável pela mostra, agendada para permanecer no IFFar neste mês de abril em virtude do Dia do Índio.

Publicado em Notícias Panambi

Leia mais...

  • 17/04/18
  • 19h01
Fim do conteúdo da página