Ir direto para menu de acessibilidade.

Tradução Portal

ptendeites

Opções de acessibilidade

Página inicial > extensao
Início do conteúdo da página

IFFar

O DIRETOR GERAL DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA - CAMPUS JAGUARI, no uso de suas atribuições, torna público o Edital, contendo o Resultado dos Recursos, Classificação Final e Convocação dos Candidatos selecionados no processo seletivo de estudantes de nível médio para atuação em ações de extensão desenvolvidas no IFFar - Campus Jaguari, como bolsistas.

Publicado em Editais Jaguari

Leia mais...

  • 01/06/22
  • 16h19

O IFFar - Campus Panambi, por meio de projeto de extensão em parceria com o grupo de capoeira Oxósse, oferta vagas preferencialmente para maiores de 12 anos que desejam praticar capoeira: a arte de lutar dançando.

As aulas são totalmente gratuitas, sempre nos sábados, das 14h30min às 16h, no ginásio de esportes do Campus Panambi (Rua Erechim, 860, bairro Planalto). 

A condução das rodas de capoeira ficarão por conta dos mestres Karcará e Paulinho, com o auxílio do estudante do IFFar, Luã Boldt do Nascimento. 

Inscrições devem ser realizadas pelo link https://bityli.com/amVsKX.

Informações adicionais podem ser obtidas por meio do telefone/whats (55) 99193 1369.

Publicado em Notícias Panambi

Leia mais...

  • 30/05/22
  • 08h17

A Cartilha de Extensão para Estudantes tem o inuito de fornecer orientações gerais a respeito os programas, cursos e oportunidades.

Publicado em Extensão

Leia mais...

  • 25/02/22
  • 11h48

Servidores e estudantes do IFFar – Campus Panambi promovem um curso de português para imigrantes residentes em Panambi. O curso de extensão ocorrerá todas às quartas-feiras, às 19h, no polo da Universidade Aberta do Brasil (UAB) até 15/12, tendo sua aula inaugural realizada ontem (20/10). Interessados em participar podem ir até o local na próxima quarta, 27/10, às 19h.

A atividade objetiva promover a inclusão de imigrantes por meio de um curso interdisciplinar e intercultural de imersão na Língua Portuguesa de forma básica nas suas quatro habilidades: escrita, fala, leitura e compreensão textual. Além disso, o curso abordará outros conhecimentos necessários à inclusão desses imigrantes ao mundo do trabalho e na cultura local.

A condição dos imigrantes na cidade de Panambi é muito diversa e não se tem estudos ou publicações que documentem essa situação. Muitos deles trabalham no setor metalomecânico, mas há os que enfrentam o desemprego e, então, a exclusão social é ainda maior. Para que os imigrantes possam se naturalizar brasileiros e se manter no país, precisam comprovar a realização de um curso de Língua Portuguesa. Então o projeto vem atender a essa necessidade, não só porque esses imigrantes desejam aprimorar seu letramento na Língua Portuguesa, mas também porque os conhecimentos e a certificação auxiliarão na manutenção do emprego ou para conquistar outros espaços de trabalho.

Com isso, o IFFar - Campus Panambi propõe-se a auxiliar por meio da capacitação no uso da língua portuguesa, a fim de que esses imigrantes possam exercer plenamente sua cidadania, facilitando as trocas culturais e sua inserção na comunidade local. O projeto conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Panambi, via Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e do polo local da Universidade Aberta do Brasil (UAB).

Na aula inaugural estiveram presentes Elizabete Farias de Souza, Secretária Adjunta da Secretaria de Desenvolvimento Social e Habitação, Solange Molz, Coordenadora do polo de apoio presencial da UAB e os seguintes representantes do IFFar – Campus Panambi: Jorge Fonseca, Diretor Geral; Rudião Wisniewski, Diretor de Pesquisa, Extensão e Produção; Lisiane Goettens, Diretora de Ensino; Maria Elisa Santos, Coordenadora de Extensão; Ana Lúcia Mohr, Chefe de Gabinete, Tina Franchi, Relações Públicas; Ana Paula Markus Hoffmann, Juliano Severo e Adriele Da Silva Tavares Furstenau, estudantes de Licenciatura Biológica e voluntários do projeto.

Publicado em Notícias Panambi

Leia mais...

  • 21/10/21
  • 12h29

Desde o final do mês de agosto, alguns integrantes do IFFar – Campus Panambi iniciaram a implantação do projeto de extensão “Cultivando Vida” junto aos moradores do Lar de idosos Tabea. O objetivo do projeto é proporcionar aos moradores do Lar atividades relacionadas ao cultivo de plantas, sejam elas ornamentais, hortícolas, condimentares ou aromáticas, com o intuito de melhorar sua autoestima, felicidade e bem-estar. A escolha do público para implantação do projeto deu-se pelo fato de que muitos dos moradores do lar, antes de estarem nesse espaço, já tinham o hábito de realizar atividades relacionadas com diversos cultivos, sejam eles relacionados a plantas ornamentais ou olerícolas.

Para possibilitar a participação de todos os moradores, as atividades de plantio priorizam o cultivo em vasos, permitindo o envolvimento daqueles que possuem algum tipo de limitação de movimento. Nesse sentido, a proposta inicial é centrada no cultivo de plantas ornamentais que sejam de fácil manuseio e manutenção, tais como as diferentes espécies de suculentas. E, a fim de atender a maioria das preferências e evitar a exclusão daqueles que não gostam do cultivo de plantas ornamentais, será proposto o cultivo de plantas em uma mini horta vertical, além da montagem de uma pequena hidroponia.  Ainda, cabe destacar que os idosos possuem participação ativa nas atividades de escolha da espécies a serem plantadas, assim como em todas as etapas de cultivo, manuseio e cuidado com as plantas.

Recentemente o projeto “Inteligência Emocional”, outro projeto de extensão do IFFar, integrou-se ao Cultivando Vida, “no intuito de agregar mais possibilidades para o desenvolvimento dos encontros, bem como proporcionar aos idosos a interação entre eles e a equipe, além de resgatar emoções que lhes tragam boas lembranças”, pontua Maria Elisa Ullmann dos Santos que, juntamente com Odair Dal’Agnol, coordena o projeto. A aluna Elisangela Caetano, do curso Técnico em Controle Ambiental, atua como bolsista.

Todos os registros foram enviados pela direção do Lar Tabea, que também autorizou a divulgação das imagens.

Publicado em Notícias Panambi

Leia mais...

  • 27/09/21
  • 09h16

O Município de Cruz Alta comemorou seu bicentenário neste mês de agosto. Registramos ainda que desse importante território original surgiram mais de 220 Municípios, entre eles Panambi.

A professora Josiane Pillar Hinning, Coordenadora do Curso Técnico em Edificação – Proeja, que atuou como arquiteta e urbanista da Prefeitura de Cruz Alta, foi convidada para as comemorações, que incluíram momentos como a abertura de uma parede na Antiga Estação Férrea, onde foram encontrados documentos históricos. 

Uma curiosidade: essa solenidade de abertura dessa cápsula do tempo só foi possível, pois a professora, que foi coordenadora do Núcleo de Planejamento Urbano e Ambiental e da Comissão de Patrimônio Histórico e Cultural da Prefeitura, naquela oportunidade teve conhecimento da existência desse local. 

Essas informações foram fundamentais para que os responsáveis atuais fossem contatados e a solenidade de abertura do local fosse realizada nas comemorações dos 200 anos de Cruz Alta. 

Assim, o responsável por encontrar o local, no ano de 1984, engenheiro civil Carlos Dedavid, foi contatado para que pudesse participar desse importante momento. Demais autoridades municipais participaram dessa redescoberta. A Prefeita, Dra. Paula Rubin Facco Librelotto, destacou a importância do momento para a história e memória do Município. Participaram ainda das atividades os artistas do Grupo Maschara, Kleber Lorenzoni e Renato Casagrande, a Secretária de Obras do Município, Barbara Vieira Nogueira, o arquiteto Mateus Veronese, dentre outros convidados.

Durante e abertura da exposição sobre a descoberta também participaram demais autoridades, como a Coordenadora de Cultura do Município, Shana Reis, e o pesquisador Rossano Cavalari. Documentos atuais, fotos da abertura da parede, bem como registros contemporâneos foram apresentados e farão parte de uma nova cápsula do tempo.

Nesta oportunidade a professora Josiane entregou um exemplar da Cartilha de Educação Patrimonial “Cruz Alta para colorir”, alusiva ao Dia do aniversário do Município, 18/08, bem como uma ação do Curso Técnico em Edificações Proeja, em virtude do dia 17/08, Dia Estadual do Patrimônio. A professora já desenvolveu a Cartilha “Panambi para Colorir”, que foi divulgada de forma online.

A prefeita, Dra. Paula, parabenizou pela iniciativa e agradeceu a professora e o IFFar – Campus Panambi, enfatizando que pretende potencializar o andamento das ações previstas na Cartilha para a área do Patrimônio Cultural no município. Solicitou à Coordenadoria de Cultura que dinamize o encaminhamento da Cartilha às escolas e que o documento faça parte também do Patrimônio do Município.

A Cartilha será divulgada em breve e também na oportunidade da Feira do Livro de Cruz Alta.

Publicado em Notícias Panambi

Leia mais...

  • 27/08/21
  • 10h24

Projeto de extensão aberto à participação de toda comunidade propõe apresentar breve história da música, com foco especial na música clássica, e possibilitar aos participantes uma experiência auditiva de sons musicais compostos nesse período, com a intenção de auxiliar no processo de relaxamento, atenção, concentração e autoestima.

Os encontros serão semanais, com 30 minutos de duração, durante 15 semanas, no melhor dia e horário definido entre os participantes inscritos no projeto. São destinadas 20 vagas para a comunidade em geral e 20 vagas para estudantes do IFFar.

A estudante Giseli Pasinato é a proponente do projeto, com a coordenação do servidor Vinicius Braga Comaretto. Haverá certificação de 40h para quem obtiver o mínimo de 75% de presença nas atividades.

As inscrições podem ser realizadas até a sexta-feria, 3/09, via preenchimento de formulário CLICANDO AQUI

Objetivos do Projeto

-Apresentar uma breve história da música, com foco especial na música clássica, período da história da música compreendido entre 1750 a 1810 (variando conforme o autor).

 - Diferenciar a música dos demais ruídos que nos chegam diariamente.

- Possibilitar aos participantes uma experiência auditiva de sons musicais compostos nesse período, com a intenção de auxiliar no processo de relaxamento, atenção, concentração e autoestima;

 - Proporcionar dicas de como a música pode nos auxiliar no melhoramento da capacidade cerebral, indicando algumas noções de musicoterapia; 

- Abordar a música como terapia em casos de deficiências, propondo exemplo de artistas que enfrentaram a surdez e, mesmo assim, tornaram-se grandes gênios da música.

Publicado em Notícias Panambi

Leia mais...

  • 27/08/21
  • 07h29

O IFFar – Campus Panambi lançou edital para selecionar ações de extensão elaboradas por estudantes da instituição para execução no ano de 2021. As ações devem ser submetidas no formato de projeto, com período de vigência mínima de 3 (três) meses, e ter um/a servidor/a coordenador/a.

Será concedido recurso financeiro de até R$ 700,00 por proposta classificada, para compra de materiais para realização do projeto. Será concedida uma bolsa de incentivo ao estudante proponente no valor de R$ 300,00/mês, pelo prazo de até 4 meses.

As propostas devem ser encaminhadas até quinta-feira, 22 de julho, por meio de formulário do Anexo IX do Edital 126/2021. Dúvidas podem ser encaminhadas para a Coordenação de Extensão do Campus, via e-mial Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Publicado em Notícias Panambi

Leia mais...

  • 16/07/21
  • 15h02

No início do ano de 2020, os professores do Curso de Automação Industrial, em especial o professor Gláucio Carlos Libardoni e o bolsista Henrique Windmöller, aluno do 3º ano do Técnico em Automação, estudaram o Kit de Robótica da Gogo Board, enviado às escolas do município, e elaboraram um material didático para utilização do mesmo pelos professores da rede municipal de Panambi.

As formações com os professores da rede municipal não foram realizadas devido à pandemia do coronavírus. Com isso o parte prática do projeto ficou suspensa e, assim que as atividades escolares voltarem à regularidade presencial, estão previstas oficinas de robótica para alunos e professores da Rede.

Essas formações serão realizadas via projeto de extensão do IFFar, nominado “Atividades Extensionistas de Robótica Educacional voltadas para a Rede Municipal de Panambi”, coordenado pelo professor Gláucio Libardoni.

IFFar Campus Panambi – 11 anos: qualidade no fazer, orgulho em pertencer.

Publicado em Notícias Panambi

Leia mais...

  • 07/07/21
  • 08h57

Desde o começo de 2020 está em vigor um projeto de extensão do IFFar – Campus Panambi denominado Ecocenas. O projeto é realizado de forma virtual e oferece oficinas de expressão corporal e peças de teatro para estudantes de escolas do município sobre temáticas vinculadas ao planeta terra e sua preservação.

Com o propósito de ampliar a conscientização, o cuidado, as ações positivas para com o planeta terra, os participantes das atividades do projeto elaboram mensagens reflexivas e interativas sobre temáticas ambientais. O material produzido é socializado em redes sociais digitais e/ou em visitas e oficinas desenvolvidas de forma online diretamente em escolas. O @projeto_ecocenas_iffar pode ser localizado no Instagram, Facebook e Youtube.

O projeto é coordenado pela professora Lisiane Goettems, com colaboração da docente Caroline Leuchtenberger, e tem as acadêmicas de Licenciatura em Ciências Biológicas Adriele da Silva Tavares Fürstenau e Ana Paula Hoffmann como bolsista e voluntária, respectivamente.

Saiba mais sobre o Ecocenas

O projeto ECOCENAS congrega a produção de materiais educativos, endereçados à diversas faixas etárias, de modo a compor interesse acerca da educação ambiental. Os recursos pedagógicos coloridos, variados, com base teórica, buscam captar a atenção das crianças, jovens e adultos, capturando-os à imaginação, percepção e consciência sobre a diversidade e cuidados com o planeta terra. 

Por meio de votação nas redes sociais, criou-se o logotipo do projeto e também definiu-se o nome de uma personagem que acompanha as ações de educação ambiental. Aurora é feita de materiais recicláveis, um dos valores defendidos pelo Projeto. Outros personagens serão criados para compor, juntamente com a Aurora, um grupo de Ecoguardiões.

Publicado em Notícias Panambi

Leia mais...

  • 20/10/20
  • 10h04
Fim do conteúdo da página