Ir direto para menu de acessibilidade.

Tradução Portal

ptendeites

Opções de acessibilidade

Página inicial > Todas as Noticias
Início do conteúdo da página

Todas as Noticias

Título do projeto: ESTRATÉGIAS EDUCATIVAS E PREVENTIVAS PARA TOMADA DE PROVIDÊNCIAS EMERGENCIAIS EM SITUAÇÕES DE RISCO NUMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO EPT

Orientador: Dr. Ricardo Antonio Rodrigues

Banca: Dra. Taniamara Vizzotto Chaves,  e Dr. Márcio Paulo Cenci

Resumo: Esta pesquisa, intitulada de “Estratégias Educativas e Preventivas para Tomada de Providências Emergenciais em Situações de Risco numa Instituição de Ensino EPT”, concentrou sua abordagem nas práticas educativa em Educação Profissional e Tecnológica, alinhando-se com linha de pesquisa 1 do ProfEPT. Objetivou identificar o nível de conhecimento dos profissionais da educação de uma instituição de ensino de Educação Profissional e Tecnológica, com enfoque no Instituto Federal Farroupilha – Campus Panambi, sobre procedimentos a serem adotados em situações de urgência ou emergência provocadas pelo homem ou pela natureza, bem como sobre procedimentos preventivos diários necessários para prevenir acidentes e sinistros no espaço pedagógico, de maneira a identificar as intervenções necessárias no espaço pedagógico que devem ser desenvolvidas pelos professores e técnicos da Educação Profissional e Tecnológica. A pesquisa bibliográfica foi utilizada para construção do referencial teórico e como metodologia utilizada foi o estudo de caso, com coleta de dados realizada por meio da aplicação e reaplicação de questionários, e utilização de técnicas de observação e de diário de campo para avaliar a aplicação e o alcance do produto que se propunha. A pesquisa apresentou como resultado que o nível de conhecimento dos profissionais da educação do Instituto Federal Farroupilha - campus Panambi é precário. A insuficiência de conhecimento teórico e prático dos profissionais do ensino que foi identificada pode ser atribuída à ausência de políticas públicas para fomento da educação prevencionista na sociedade brasileira, culminando na carência de perspicácia da população sobre medidas de segurança pessoal e coletiva. Entretanto, ao final, o produto educacional elaborado demonstrou ser importante ferramenta para o ensino, com capacidade para promover melhorias no cenário diagnosticado, capacitando os profissionais da educação para a gestão segura do espaço pedagógico.

Palavras-chave: Prevencionismo. Estratégias Educativas e Preventivas. ProfEPT. Produto Educacional. Práticas Educativas EPT.

 

Produto Educacional:
CURSO DE EXTENSÃO - ESTRATÉGIAS EDUCATIVAS E PREVENTIVAS PARA TOMADA DE PROVIDÊNCIAS EMERGENCIAIS EM SITUAÇÕES DE RISCO NUMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO EPT - MULTIPLICADOR
http://educapes.capes.gov.br/handle/capes/433804

Publicado em Notícias

Leia mais...

  • 02/08/19
  • 09h16

Título do projeto:  
CERTIFICAÇÃO POR TERMINALIDADE ESPECÍFICA NA REDE FEDERAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL, CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA: PRODUTO E PRODUTORA DE REPRESENTAÇÕES CULTURAIS SOBRE A INCLUSÃO DE ESTUDANTES COM DEFICIÊNCIA MENTAL GRAVE E MÚLTIPLA
 

 Orientadora: Dr.ª Fernanda de Camargo Machado

 Banca: Dr.ª Neiva Maria Frizon Auler,  e Dr.ª Eliana Pereira da Costa de Menezes

 Resumo: Esta pesquisa tem como objetivo geral entender como a CTE (CTE) atua como produto e produtora de representações culturais sobre a inclusão dos estudantes com deficiência mental grave e múltipla no âmbito da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (RFEPCT). Como objetivos específicos, buscou: empreender uma análise documental que permita entender em que cenário cultural a CTE é produzida como uma possibilidade de certificação para os estudantes com deficiência mental grave e múltipla no âmbito da RFEPCT; organizar uma materialidade analítica para compreender como a CTE produz representações culturais sobre a inclusão de estudantes com deficiência mental grave e múltipla no âmbito da RFEPCT; e produzir um texto de apoio sobre CTE, voltado aos gestores de ensino e docentes da RFEPCT, para constituir e desnaturalizar representações culturais sobre a inclusão dos estudantes com deficiência mental grave e múltipla, como produto educacional. Trata-se de uma pesquisa de abordagem qualitativa, cuja metodologia inspira-se nos Estudos Culturais em Educação, em sua vertente pós-estruturalista, utilizando como lente de análise principal a noção de representação cultural, de Stuart Hall. Além disso, a pesquisa também evoca as ferramentas de discurso, poder, verdade e governamentalidade neoliberal, cunhadas por Michel Foucault, como elementos transversais de análise. O corpus empírico foi constituído de documentos oficiais da RFEPCT, especificamente a legislação nacional e os documentos dos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, os quais dispõem sobre a CTE. A análise mostrou que a CTE – instrumento até então permitido apenas para o ensino fundamental no Brasil - vai adentrando historicamente na RFEPCT no final da primeira década do século XXI. Isso se produziu a partir do elo entre educação especial e educação profissional e tecnológica, que compartilham representações culturais sobre a profissionalização e o autoempreendedorismo como caminhos para a garantia da inclusão dos sujeitos com deficiência mental grave e múltipla na escola e no mundo do trabalho. Também foi possível visualizar essas mesmas representações culturais, posicionando os estudantes com deficiência mental grave e múltipla como uma espécie de subgrupo de risco de exclusão, o que justificaria sua delimitação como público-alvo da CTE. Ademais, a análise mostrou como algumas estratégias institucionais de operacionalização da CTE produzem representações sobre a necessidade de constituição de uma rede de apoio institucional para promover a inclusão desses sujeitos na escola e no mundo do trabalho, o que produz a CTE como uma espécie de ponte estratégica entre essas duas esferas. O produto educacional sugerido foi um texto de apoio sobre CTE, voltado a gestores de ensino e docentes na RFEPCT voltado a produzir e desnaturalizar representações culturais sobre a inclusão dos estudantes com deficiência mental grave e múltipla, que emergiram como dados dessa pesquisa, por meio de uma linguagem amigável e dinâmica.


Palavras-chave: Educação Especial; Educação Profissional e Tecnológica; Inclusão.

 

Data da defesa: 21 de agosto de 2019

 

Horário: 9h


Local: Sala de Reuniões da PRPPGI, no 5º andar da Reitoria do IFFar

 

 

Publicado em Notícias

Leia mais...

  • 01/08/19
  • 11h51

Título do projeto: PROGRAMA NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR – PNAE: UMA ANÁLISE DA SUA GESTÃO NO INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA 

 

Orientador: Drª. Catiane Mazocco Paniz

 

Banca: Dra. Fernanda de Camargo Machado,  Dr. Fabio Diniz Rossi e Dra. Maristela Borin Busnello

 

Resumo: O Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) foi criado para atender, de forma saudável e microbiologicamente segura, as necessidades nutricionais, durante o período letivo, dos alunos matriculados na educação básica em escolas públicas e filantrópicas. Até 2009, o PNAE tinha como público-alvo alunos da educação infantil e ensino fundamental. Com a promulgação da Lei nº 11.947/2009, o Programa foi estendido ao ensino médio, abrangendo assim as escolas da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica. Este estudo buscou investigar a gestão do PNAE no Instituto Federal Farroupilha, considerando a política institucional e a atuação do servidor nutricionista no programa. Trata-se de uma pesquisa quanti-qualitativa, de caráter exploratório, desenvolvida a partir de pesquisa bibliográfica e documental, tendo como base as legislações e demais normativas sobre o tema. Como instrumentos de pesquisa foram utilizados a entrevista e a aplicação de questionários, constituindo-se em uma pesquisa-ação. Dentre as principais fragilidades identificadas, destacamos: a falta de padronização no número de refeições nas unidades, acarretando no descumprimento da legislação nas unidades que não ofertam três refeições diárias a alunos em turno integral; a inadequação no número de servidoras em 2 unidades conforme parâmetros numéricos mínimos de referência estabelecidos pelo PNAE; o acompanhamento do estado nutricional dos estudantes é realizado em apenas 33% das unidades; em 40% das unidades não são realizadas atividades de educação alimentar e nutricional e 60% das servidoras relata dificuldades na execução destas atividades; os testes de aceitabilidade das preparações são realizados em apenas 56% das unidades. Dentre as principais potencialidades identificadas, destacamos: a articulação institucional para constituição dos Conselhos de Alimentação Escolar, sendo o IFFar pioneiro neste quesito na RFEPCT; o sistema de agendamento de refeições em implantação; a aprovação do Regulamento do Programa de Segurança Alimentar e Nutricional da instituição; o número de unidades com nutricionistas no quadro de servidores supera a realidade de outras instituições da rede; a oferta de alimentação a todos os alunos da educação básica; a complementação expressiva de recursos institucionais para a oferta de uma alimentação de qualidade, sendo que em 2018, o recurso do FNDE representou apenas 9,93% do total de recursos investidos; o diagnóstico nutricional dos estudantes é realizado em 78% das unidades; 100% das unidades consideram a cultura alimentar e 80% das unidades consideram os percentuais recomendados de macro e micronutrientes e a vocação agrícola da região na elaboração dos cardápios; são ofertadas no mínimo, três porções de frutas e hortaliças por semana no cardápio de todas as unidades; 67% das unidades aplica 30% dos recursos do PNAE na aquisição de gêneros alimentícios da agricultura familiar. Nas demais unidades, são identificadas mobilizações iniciais para a efetivação desta exigência da legislação. Como produto educacional foi desenvolvido um aplicativo com o objetivo de facilitar a aplicação dos testes de aceitabilidade das preparações ofertadas no âmbito do PNAE.

 

Palavras-chave: Alimentação Escolar. Nutrição. Programa Nacional de Alimentação Escolar. Educação Profissional e Tecnológica.

 

Data da defesa: 16 de agosto de 2019

 

Horário: 14h30min


Local: Auditório, IFFar - Reitoria

Produto Educacional:

Teste de Aceitação de Alimentação Escolar

http://educapes.capes.gov.br/handle/capes/433543

Publicado em Notícias

Leia mais...

  • 01/08/19
  • 08h36

Título do projeto: A UTILIZAÇÃO DE ANIMAIS NO ENSINO NO ÂMBITO DO INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA - ASPECTOS ÉTICOS E LEGAIS

 

Orientador: Dr. Fábio Diniz Rossi

 

Banca: Dr. Ricardo Antônio Rodrigues,  e Dr. Otoniel Geter Lauz Ferreira

 

Resumo: O antropocentrismo que regeu a humanidade por séculos fez com que o ser humano se colocasse acima tanto dos animais quanto do meio ambiente, entendendo que o planeta e seus recursos só existem para servi-lo. O uso de animais confunde-se com a própria história da humanidade. O século XX foi marcado pela ampliação das discussões a respeito da ética aplicada, incluindo a busca de designação de status moral para os animais. É importante primar por ser ético com os animais, minimamente em respeito à contribuição que oferecem para o avanço da ciência, já que a tendência é que sua utilização permaneça como prática comum ainda por muito tempo. O marco fundamental legal no Brasil sobre o tema foi a aprovação da Lei 11.794/08, que criou o CONCEA – Conselho Nacional de Controle em Experimentação Animal, e condicionou o credenciamento das instituições com atividades científicas utilizando animais à constituição das Comissões de Ética no Uso de Animais – CEUAs. As Comissões possuem a difícil tarefa de analisar pesquisas e atividades de ensino que utilizem de animais vivos, cotejando o benefício advindo daquela atividade com o possível dano a ser causado aos animais utilizados no protocolo. Uma CEUA atuante, em conjunto com professores engajados, traz para a formação discente aspectos que vão além do tecnicismo, contribuindo para a formação omnilateral de um cidadão que não ignora o sofrimento de outro ser vivo. A pesquisa, oriunda do Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional e Tecnológica – ProfEPT, buscou responder ao seguinte questionamento: as atividades de ensino que se utilizam de animais, no âmbito do Instituto Federal Farroupilha, estão sendo submetidas à avaliação da Comissão de Ética no Uso de Animais previamente ao início de sua execução? Através de pesquisa documental, chegou-se à conclusão de que isso não vem ocorrendo, podendo, dessa forma, a instituição estar incorrendo em ilegalidades passíveis de penalidades, bem como a não submissão dos protocolos à CEUA pode denotar uma cultura de não preocupação com a vida e o bem-estar dos animais de experimentação. Buscando contribuir com uma solução para o problema, produziu-se o “Guia Prático para submissão de atividades pedagógicas com o uso de animais para a CEUA – IFFar”. É de competência das instituições, através das CEUAs, garantir que o uso de animais observe princípios éticos e de bem-estar animal contidos na legislação, bem como é de responsabilidade de todo usuário de animais considerar que são seres sencientes e que seu bem-estar é fator primordial a ser observado na condução das atividades científicas. Isso vem a contribuir com uma Educação Profissional e Tecnológica de qualidade, por buscar prezar por metodologias adequadas que considerem aspectos éticos, contribuindo para formar profissionais e cidadãos de caráter.


Palavras-chave: Ética. Uso de animais no ensino. CEUA. Educação profissional e tecnológica.

Data da defesa: 09 de agosto de 2019

 

Horário: 14h


Local: Reitoria - IFFar

Produto Educacional:

GUIA PRÁTICO PARA SUBMISSÃO DE ATIVIDADES PEDAGÓGICAS COM O USO DE ANIMAIS PARA A CEUA – IFFAR

http://educapes.capes.gov.br/handle/capes/433313

Publicado em Notícias

Leia mais...

  • 01/08/19
  • 08h34

Título do projeto: Discursos e estratégias de prevenção do suicídio de jovens estudantes no IFSul/Campus Pelotas: Ressonâncias e possibilidades de desconstruções

 

Orientador: Dr.ª Fernanda de Camargo Machado

 

Banca: Dra. Marcele Teixeira Homrich Ravasio,  e Dr. Marcos Adegas de Azambuja

 

Resumo: A pesquisa discorreu sobre a produção de discursos sobre a prevenção do suicídio de jovens estudantes no contexto do IFSul/Campus Pelotas. Justifica-pela  necessidade de compreender e experimentar (outras) estratégias de prevenção ao suicídio nesse âmbito. Tem como objetivo geral investigar a produção de discursos e a implementação de (outras) estratégias para a prevenção do suicídio de jovens estudantes no IFSul – Campus Pelotas.Como objetivos específicos, busca: compreender em que cenário discursivo emerge a preocupação com a prevenção do suicídio de jovens estudantes no IFSul/Campus Pelotas; problematizar como vem se produzindo discursos e estratégias de prevenção do suicídio no IFSul/Campus Pelotas; e experimentar a implementação de uma proposta de intervenção, voltada a produzir outros modos de conduzir a prevenção do suicídio no contexto do IFSul/Campus Pelotas, como produto educacional dessa pesquisa. A investigação utilizou como ferramentas analíticas as noções de discurso, poder, verdade e, de forma subjacente, a biopolítica, conforme o pensamento de Michel Foucault. A analítica ocorreu em 3 etapas: descrição e análise dos discursos enunciados nas notícias do Portal Institucional do IFSul/Campus Pelotas; busca, nas notícias analisadas, das principais recorrências discursivas sobre a implementação de estratégias de prevenção do suicídio no IFSul – Campus Pelotas; e  elaboração e implementação de uma proposta de intervenção, como produto educacional, voltado à produção de outros modos de conduzir a prevenção do suicídio no IFSul/Campus Pelotas. A analítica empreendida mostrou que o ato de falar sobre a questão foi se produzindo como um discurso emergente no Campus e se articula à implementação de várias estratégias de prevenção, como palestras, rodas de conversa, campanhas e a criação do Núcleo de Promoção e Prevenção em Saúde (NUPPS) no Campus Pelotas. A partir disso, formulou-se uma proposta de intervenção para o NUPPS, voltada à discussão de temas como nascimento, vida, morte e saúde mental com os estudantes do 1º ano do Curso Técnico Integrado em Comunicação Visual do IFSul/Campus Pelotas, na disciplina de Biologia. A finalidade do produto foi produzir outras formas de conduzir a prevenção do suicídio de jovens estudantes no espaço pedagógico da EPT, inserindo-se na perspectiva da formação integral dos estudantes, ao trazer o NUPPS para o espaço da sala de aula.


Palavras-chave: Educação Profissional e Tecnológica; Suicídio; Prevenção.

Data da defesa: 09/08/2019

 

Horário: 09h


Local: Auditório, IFFar - Reitoria

 

Produto Educacional:

DISCURSOS E ESTRATÉGIAS DE PREVENÇÃO DO SUICÍDIO DE JOVENS ESTUDANTES NO IFSUL/CAMPUS PELOTAS: RESSONÂNCIAS E POSSIBILIDADES DE DESCONSTRUÇÕES

http://educapes.capes.gov.br/handle/capes/433343

Publicado em Notícias

Leia mais...

  • 01/08/19
  • 08h30

Título do projeto: Ensino de Gastronomia na EBPTT: saberes docentes para além das panelas

 

Orientador: Dr. Vantoir Roberto Brancher

 

Banca: Dra. Neiva Maria Frizon Auler,  e Dr. Denirio Itamar Lopes Marques

 

Resumo: Com o objetivo de compreender a docência em gastronomia na Educação Profissional e Tecnológica, no sentido de analisar as repercussões dessas concepções nas atividades pedagógicas, elaborou-se a presente investigação. Diante desse propósito, se problematiza: Quais os saberes docentes, modelos pedagógicos e trajetos formativos, que tem alicerçado os fazeres dos docentes gastrônomos atuantes na rede EBPTT? Como objetivos específicos, buscou-se analisar os modelos pedagógicos que subsidiam o ensino da gastronomia, bem como verificar os saberes docentes desses professores, além de compreender o trajeto formativo de docentes dessa área, mapeando, se possível as necessidades de formação permanente destes. A partir desse mapeamento, programou-se, no intuito de oportunizar a consolidação de um Produto Educacional, colaborando com eventuais necessidades formativas dos docentes gastrônomos, um Espaço de Virtual de formação permanente para professores da área. A metodologia baseia-se em uma abordagem qualitativa, na qual a construção dos dados ocorreu em dois momentos: um primeiro por meio de entrevistas semiestruturadas e um segundo através de narrativas escritas, obtidas por meio do ambiente virtual de formação permanente de professores. Concluiu-se, por fim, que os saberes dos colaboradores desse estudo se dividem em dois grandes blocos: aqueles anteriores à inserção na docência, destacando-se os obtidos na experiência do mundo do trabalho, bem como durante a vida discente, principalmente no âmbito da influência dos ex-professores, e os saberes adquiridos a partir da inserção na docência, constituídos das experiências vividas e construídas nas rotinas docentes. Quanto aos modelos pedagógicos, que subsidiam a atuação de professores gastrônomos, destacam-se três principais pontos: aproximação do paradigma da interlocução (ou pedagogia relacional/construtivista); organizam-se como uma resposta às vivências particulares de cada docente e, na maioria das vezes, materializa-se como aulas expositivas dialogadas, evidenciando reduzida diversidade metodológica no processo de ensino/aprendizagem na área. Além disso, foram encontradas percepções descontextualizadas, acerca da relação entre teoria/prática no ensino em gastronomia, além de alguns discursos afastados do real objetivo da EBPTT. Em relação aos trajetos formativos desses professores, concluímos que se trata de caminhos construídos ao longo do tempo, oriundos das experiências e vivências singulares. Entretanto, percebeu-se uma característica de atuação docente pautada em uma jurisprudência particular, repercutindo em um status de isolamento pedagógico, característica que procuramos superar com a proposta de discutir o saber da ação pedagógica da área, através do produto educacional, originado a partir desse estudo.


Palavras-chave: Gastronomia. Trajetos formativos. Saberes docentes. Educação Profissional e Tecnológica.

 

Data da defesa: 05 de agosto de 2019

 

Horário: 09h


Local: CTISM- Colégio Técnico Industrial de Santa Maria

 https://conferenciaweb.rnp.br/webconf/vantoir

 

Produto Educacional:

Formação Permanente para Professores de Gastronomia da EBPTT

http://educapes.capes.gov.br/handle/capes/433018

Publicado em Notícias

Leia mais...

  • 01/08/19
  • 08h28

Título do projeto: A RODA DE CONVERSA COMO ESTRATÉGIA PARA CONHECER E AMPLIAR A PARTICIPAÇÃO DOS ESTUDANTES NA GESTÃO DAS AÇÕES DO PNAES: PERCEPÇÕES DAS LIDERANÇAS ESTUDANTIS DOS CURSOS TÉCNICOS INTEGRADOS DO IFFAR/CAMPUS ALEGRETE

 

Orientador: Dr.ª Fernanda de Camargo Machado

 

Banca: Dra. Taniamara Vizzotto Chaves,  e Dra. Daniela de Oliveira Pires

 

Resumo: Essa dissertação de Mestrado discorre sobre a participação de estudantes da educação profissional e tecnológica, em especial cursos técnicos integrados, na gestão democrática das ações do Programa Nacional de Assistência Estudantil (PNAES). Buscou investigar como a participação dos estudantes pode ser incentivada para a melhoria da gestão das ações do PNAES, a partir da percepção das lideranças estudantis dos Cursos Técnicos Integrados do IFFar/Campus Alegrete. Para alcançar o objetivo proposto foi realizada uma roda de conversa com alguns líderes e vice-líderes das turmas dos Cursos Técnicos Integrados do IFFar/Campus Alegrete. A análise foi realizada por meio da análise de conteúdo e evidenciou os seguintes resultados: a) o PNAES é percebido pelos líderes que participaram como um conjunto de ações que envolvem genericamente, necessidades básicas de alimentação e moradia; b) na percepção dos líderes, há pouca participação estudantil nos debates e decisões que dizem respeito às ações do PNAES, embora tenham sido apontados, em fase inicial, a realização de levantamentos e pesquisas que consideram as opiniões dos estudantes; e c) os líderes demonstraram interesse em dialogar e participar das decisões relacionadas à gestão das ações do PNAES, reconhecendo que o protagonismo estudantil é fundamental nesse processo. Com base nesses resultados, foi elaborado, como produto educacional, um roteiro para roda de conversa voltado aos encontros entre as lideranças estudantis e os estudantes, no intuito de conhecer e potencializar a participação dos estudantes dos cursos técnicos integrados na gestão das ações do PNAES no IFFar/Campus Alegrete.


Palavras-chave: Palavras-Chave: Gestão democrática. PNAES. Participação. Estudantes. Educação Profissional e Tecnológica.

Data da defesa: 02 de agosto de 2019

 

Horário: 14h

 

Local: Auditório, IFFar - Reitoria

 

Produto Educacional:

Roda de Conversa: Uma estratégia para a participação dos estudantes na gestão democrática do Programa Nacional de Assistência Estudantil (PNAES)

http://educapes.capes.gov.br/handle/capes/433385

Publicado em Notícias

Leia mais...

  • 01/08/19
  • 08h24

Título do projeto: O Ensino Médio Integrado e as Propostas Pedagógicas dos Cursos Técnicos nos Institutos Federais da Região Sul: caminhos para a concretização do currículo integrado

 

Orientador: Dr.ª Sandra Elisabet Bazana Nonenmacher

 

Banca: Dr.ª Marcele Homrich Ravasio ,  e Dr.ª Maria Cristina Pansera-de-Araújo

 

Resumo: Este trabalho, desenvolvido no Programa de Mestrado Profissional em Educação Profissional e Tecnológica (ProfEPT), do Instituto Federal Farroupilha, Campus Jaguari, teve como tema “O Ensino Médio Integrado: as propostas pedagógicas dos cursos técnicos nos Institutos Federais da região Sul”. Seu objetivo foi realizar, através de pesquisa documental, um estudo dos Projetos Pedagógicos de Curso e de suas propostas para o currículo integrado em seis Institutos Federais, buscando responder ao seguinte problema: Os projetos pedagógicos dos cursos técnicos integrados ao ensino médio dos Institutos Federais da Região Sul possibilitam a concretização do currículo integrado? A investigação, de caráter qualitativo, fez uso de pesquisa documental, valendo-se dela como instrumento de coleta de dados. Para análise e interpretação das informações coletadas, foi utilizada a metodologia de Análise Textual Discursiva. A partir das percepções que emergiram durante o estudo de projetos pedagógicos do Curso Técnico em Agropecuária,  ficou evidente a excessiva ênfase dada à formação profissional, com vistas a atender aos interesses do mercado, e uma confusão de concepções incompatível com a formação integral, deixando claro que, ou não há um real interesse em efetivar o Currículo Integrado, ou não há uma compreensão consistente sobre o que ele significa por parte daqueles que estão trabalhando na elaboração de tais documentos. Com base nesta última suposição, foi organizado como Produto Educacional resultante desta pesquisa um “Guia para elaboração de Projetos Pedagógicos para o Ensino Médio Integrado”, instrumento a ser utilizado como subsídio para auxiliar docentes e assessores do ensino na apropriação dos conceitos e concepções que fundamentam essa modalidade.

 

Palavras-chave: Ensino Médio Integrado. Projetos Pedagógicos. Currículo Integrado. Institutos Federais.

 

 

 

Data da defesa: 11 de julho de 2019

 

Horário: 13h30min


Local: Auditório, IFFar - Campus Panambi

 

Produto Educacional:

GUIA PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS PEDAGÓGICOS DE CURSO PARA O ENSINO MÉDIO INTEGRADO
http://educapes.capes.gov.br/handle/capes/432965

Publicado em Notícias

Leia mais...

  • 01/08/19
  • 08h21

Título do projeto: FATORES DE RISCO PARA O ADOECIMENTO LABORAL NA PERCEPÇÃO DOS DOCENTES DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA – CAMPUS JAGUARI

 

Orientador: Dr. Ricardo Antonio Rodrigues

 

Banca: Dra. Marcele Teixeira Homrich Ravasio,  e Dra. Patrícia Bitencourt Toscani Greco

 

Resumo: O trabalho trata-se de uma dissertação apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional e Tecnológica. A pesquisa de cunho qualitativo teve o objetivo de compreender, analisar e explicitar quais fatores os docentes definem como determinantes para o adoecimento no ambiente de trabalho, a fim de promover estratégias de proteção à saúde laboral, corroborando para a integralidade do processo de ensino/aprendizagem. A coleta de dados ocorreu através de entrevistas semiestruturadas aos docentes do IFFar Campus Jaguari respeitando os preceitos éticos das legislações vigentes. Para análise dos dados foi utilizada a análise de conteúdo, onde foi possível identificar que na percepção dos educadores, o trabalho pode levar ao adoecimento laboral e o bem-estar docente impacta no sucesso do ensino/aprendizagem. Dessa forma, os entrevistados acreditam que fatores como: o estresse, o excesso de trabalho, as relações interpessoais, as cobranças e autocobrança, a desvalorização perante sociedade e governamental podem desencadear patologias no âmbito psicológico, podendo somatizar-se. Frente a essas considerações e as demandas apresentadas pelos docentes ouvidos, verifiquei ao que me cabe enquanto profissional de saúde, intervir na questão relacional no sentido de melhorá-la, sem a pretensão de ingerência nos diferentes setores e serviços. Assim, o ponto que me permite agir é a qualificação dos processos das relações interpessoais. Nesse sentido, foi desenvolvido um produto educacional que tem como título “Valorizando o melhor de cada colega”, tal atividade é uma proposta de intervenção a ser desenvolvida em espaços ocupacionais, onde a dinâmica de trabalho é permeada por relações, no intuito de (re) construir um espaço de encontro, diálogo, reflexão e motivação para o pertencimento e a realização profissional na instituição. O docente precisa cuidar de si primeiro, antes de poder levar essa experiência ao educando, espera-se dele, que não apenas conheça o seu ofício, mas conheça a possibilidade de escolher sempre entre múltiplas possibilidades aquilo que for mais adequado para a melhoria do processo de ensino/aprendizagem.


Palavras-chave: Saúde laboral docente. Ensino/aprendizagem. Formação Integral. Cuidado.

 

Data da defesa: 10 de julho de 2019

 

Horário: 8h


Local: Centro de Referência em Santiago

Produto Educacional: 

Valorizando o melhor de cada colega - Proposta de intervenção

http://educapes.capes.gov.br/handle/capes/432983

Publicado em Notícias

Leia mais...

  • 01/08/19
  • 08h16

Título do projeto: A IMPORTÂNCIA DO ENSINO DE ÉTICA EM EPT PARA O APRIMORAMENTO DO SUJEITO MORAL

 

Orientador: Dr. Ricardo Antonio Rodrigues

 

Banca: Dra. Marcele Teixeira Homrich Ravasio,  e Dr. Marcos Alexandre Alves

 

Resumo: A presente pesquisa objetivou refletir acerca da importância do ensino de ética na Educação Profissional e Tecnológica como condição de possibilidade para o aprimoramento do sujeito moral. Objetivou, ainda, identificar os desafios para o aprimoramento da reflexão como condição para a ação ética por parte dos discentes nas instituições de educação profissional e tecnológica das cidades de Jaguari e São Vicente do Sul. No que se refere à metodologia, usou-se a abordagem qualitativa. A técnica metodológica foi a de grupos focais e, para a análise de resultados, optou-se pela análise de conteúdo. Primeiramente, realizou-se o levantamento bibliográfico sobre o conteúdo. Em seguida, deu-se início aos preparativos dos grupos, onde foram feitos convites aos estudantes das instituições das duas cidades e, ainda, a apresentação da proposta aos sujeitos da pesquisa. A terceira fase consistiu no desenvolvimento dos trabalhos dos grupos, que consistiu em três encontros com cada grupo. Esses encontros versaram na aplicação das dinâmicas e foram conduzidos por questionamentos previamente estabelecidos. Com bases nessas análises, constatou-se que as instituições proporcionam espaços de reflexão sobre diversos assuntos, tanto em sala de aula quanto fora, mas que os estudantes acreditam não serem suficientes para o desenvolvimento consciente. Ainda, entendem que, em uma das instituições, os estudantes ingressantes possuem uma imaturidade maior, talvez pela falta de autonomia oferecida a eles. Verificou-se que os espaços destinados à reflexão são necessários para o desenvolvimento da maturidade e da consciência cidadã. Portanto, afirma-se a necessidade de maiores espaços de reflexão, tanto em sala de aula quanto fora, para que seja possível colaborar com a democracia e o desenvolvimento de cidadãos conscientes de seu papel em sociedade, estimulando atividades dentro e fora de sala de aula que tematizem e problematizem a formação da consciência moral.

Palavras-chave: Estudantes. Consciência cidadã. Reflexão.

Data da defesa: 10 de julho de 2018

Horário: 10h

Local: Centro de Referência de Santiago do Instituto Federal Farroupilha Campus Jaguari

 

Produto Educacional:

PROPOSTA DE INTERVENÇÃO GRUPO FOCAL

http://educapes.capes.gov.br/handle/capes/432914

Publicado em Notícias

Leia mais...

  • 31/07/19
  • 16h57
Fim do conteúdo da página